Criminal Minds deixa dois agentes em sério perigo no final da 13ª temporada

Criminal Minds prometeu um cliffhanger (gancho) no final da 13ª temporada, e o pretty boy nos entregou.

A temporada terminou com Reid (Matthew Grey Gubler) descobrindo quem era a espiã de um culto serial killer inflitrada dentro do FBI e a manteve na mira da arma. Infelizmente, ele não pôde prendê-la, porque no último segundo ela revelou que o grupo tinha Garcia (Kirsten Vangsness) mantida como refém. Ela ofereceu a Reid um ultimato para acompanhá-la e libertar seu líder preso no prédio no FBI ou Garcia seria a próxima em sua lista de vítimas.

Os jogadores mais valiosos da equipe estão agora ambos em grave perigo e o resto da BAU ainda está a minutos de Quântico, então a ajuda não chegará tão cedo. O TV Guide conversou com a produtora executiva Erica Messer sobre a decisão de encerrar a temporada de uma maneira tão surpreendente, especialmente porque Criminal Minds ainda espera por uma renovação oficial da CBS.

CastS13press

Quão preocupados deveríamos estar, Erica? Dois de nossos agentes estão em sério perigo no final desses dois episódios.

Erica Messer: Eu sei, eu sei. É louco. Certamente somos apaixonados por Garcia e pelo Dr. Reid. Eles se sentem como duas peças incrivelmente importantes para a nossa equipe, que não estarão disponíveis se forem mantidas em cativeiro. Eles não estarão disponíveis para nos ajudar a resolver o caso, o que é uma loucura. Os desafios que estamos apresentando agora são: “Puxa, se tivermos dois dos nossos jogadores mais valiosos de fora do jogo, o que podemos fazer? Que pistas eles podem deixar para nos ajudar a descobrir onde estão sendo mantidos?” ou como ajudamos a resolver este caso sem eles? ” É uma das primeiras vezes, penso eu, que estivemos verdadeiramente sem a ajuda de ambos.

Fazemos essas coisas apenas para nos desafiar, para surpreender o público, para desafiar os atores que eu acho que estão realmente empolgados com a forma como a temporada terminou, e para nos manter esperando o verão todo para descobrir o que acontece. Isso realmente preenche a definição do que um cliffhanger deveria ser.

Reid saiu de sua licença sabática para resolver este crime. Que tipo de efeitos a longo prazo ele sentirá depois de ser colocado em situação tão estressante? Como o fato de sua própria companheira de equipe em perigo o afetará quando ele deveria estar descansando por essas razões exatas?

Messer: Exatamente, eu sei. Bem, essa é uma das coisas incríveis sobre Reid, pois ele teve essa temporada no ano passado, onde ele teve que desenvolver novas habilidades de sobrevivência, porque ele estava em um ambiente em que ele nunca deveria estar, e isso o mudou durante a temporada e o levou a seguir em frente. Eu sinto que temos um Dr. Reid muito mais confiante no início desse episódio, tendo sido atraído para aquela unidade de depósito. E então, por fim, tendo uma situação muito complicada lá no final do episódio.

Eu sinto que haverá algum efeito com esse estresse, mas ele também é um personagem tão forte, que tende a compartimentar e permitir que ele continue ajudando a equipe a descobrir as coisas. Idealmente, ele não entra em colapso ou algo assim, ele ainda pode ser o Dr. Reid no qual nos apoiamos.

GarciaRefem

Garcia está gritando para ele simplesmente atirar no final do episódio. Isso é algo que ele está realmente considerando, ou ele nunca faria isso, considerando onde Garcia está naquele momento em particular?

Messer: Eu acho que é algo que ele realmente consideraria, pois nós o vimos fazer o que ele tinha que fazer para sobreviver quando ele estava sozinho na prisão. Eu sinto que isso é uma ameaça muito real. Ele vai matar essa mulher? Se ele faz isso, isso coloca uma bala na cabeça de Garcia, o que seria … Obviamente, ele está pesando tudo isso naquele momento, porque ele nunca faria nada para colocar Garcia em risco. Ele só fará o movimento que ele sabe que seria a coisa mais segura para ela.

Esta é a segunda temporada que você escreveu e que vocês decidiram terminar a temporada com um enorme cliffhanger como este. Qual é a parte empolgante de deixar os fãs querendo mais, em vez de amarrar as coisas em uma curva perfeita para o caso de vocês não voltarem na próxima temporada?

Messer: Eu me sinto muito esperançosa, e isso é tudo que posso dizer, que é esperançoso, que teremos a oportunidade de amarrar isso, se não for dada uma temporada completa, que é o que todos esperamos, porque é o nosso 300º episódio. Mas eu diria que houve alguns anos em que eu realmente me opus a esse tipo de cliffhanger, em que eu gostava de encerrar uma temporada e deixar a equipe apenas feliz e sorridente. Eu certamente fiz isso no final da 7 ª temporada, quando J.J. e Will se casaram, e Prentiss anunciou para a equipe, individualmente, que ela não voltaria, e todos tiveram uma dança final com ela. Foi realmente adorável. Eu estava feliz por terminar a temporada dessa maneira, porque a equipe tinha passado por tanta coisa naquele ano, que parecia que eles mereciam uma noite de folga.

Neste ano, sentimos como se tivéssemos chegado correndo, começando com o acidente de carro, pegando Mr. Scratch, Prentiss sendo mantida em cativeiro. Nós simplesmente não paramos para respirar. Fizemos todo o caminho direto até o final. Eu senti que isso quase fez sentido nesta temporada, que, oh meu Deus, nós estamos contra isso este ano, e não há sinais de que isso vá parar. Havia algo que parecia orgânico sobre essa narrativa.

PrentissScratch

Prentiss foi mantida em cativeiro por Mr. Scratch no primeiro episódio da 13ª temporada

 

Existe um plano de contingência, se a série não for renovada para uma temporada completa, como você encerraria isso? Talvez como um filme Criminal Minds em um evento especial ou algo assim.

Messer: Não houve discussão sobre isso. Mais uma vez, estou incrivelmente esperançosa de que tenhamos a chance de ter uma temporada completa para explorar tudo isso.

A introdução do culto é realmente uma premissa muito interessante. Você quer concluir tudo em um episódio? Ou podemos ver esse culto como uma ameaça contínua para o BAU?

Messer: Há duas linhas de pensamento sobre isso agora, no que diz respeito aos roteiristas. Mas há algo de natural nisso que poderia ser uma oportunidade de eles fecharem uma parte do culto, mas há outra parte que ainda está em andamento. Há outra parte e caramba, isso é maior do que pensávamos. Nós vamos estar reunidos decidindo isso muito em breve, eu espero. Eu acho que há algo muito legal sobre essa ser a idéia para o lançamento da 14ª temporada. Isso nos dá um impulso para a primeira parte da temporada, no mínimo.

ReidGun

 

Criminal Minds Leaves Two Agents In Serious Peril After Season 13 Finale

Criminal Minds promised a Season 13 finale cliffhanger, and boy did it deliver.

The season closer ended with Reid (Matthew Gray Gubler) figuring out who the mole inside the FBI from a serial killer cult was and holding her at gun point. Unfortunately, he couldn’t take her out because at the last second she revealed that the group had Garcia (Kirsten Vangsness) held hostage. She offered Reid an ultimatum to come with her and join the cult, or Garcia would be next on their victim list.

The team’s most valuable players are now both in grave danger and the rest of the BAU is still minutes away from Quantico so help won’t be arriving any time soon. TV Guide talked to executive producer Erica Messer about the decision to end the season in such a jaw-dropping way, especially as Criminal Minds still waits for an official renewal from CBS.

How worried should we be, Erica? Two of our agents are in very serious danger at the end of these two episodes.
Erica Messer: I know, I know. It’s crazy. We are certainly in love with both Garcia and Dr. Reid. They feel like two incredibly important pieces to our team, who won’t be available if they’re held captive. They won’t be available to help us solve the case, which is crazy. The challenges we’re coming up with now are, “Gosh, if we have two of our MVPs sitting on the sidelines here, what can we do? What clues do they possibly leave behind for us to help find where they’re being held or how we help to solve this case without them?” It’s one of the first times, I think, we’ve ever been without, truly, truly without the help of both of them.

We do these things just to challenge ourselves, to surprise the audience, to challenge the actors who are, I think, really excited that that’s how the season ended, and to keep us all waiting all summer to figure out what happens. It’s hopefully filling the definition of what a cliffhanger should be.

12x18.8

Reid had a hard time while he was in prison in Season 12

Reid came off of his required sabbatical to solve this crime. What sort of long-term effects will he feel after being pulled into something this stressful? How will his own teammate being in danger affect him when he was supposed to be resting for these exact reasons?
Messer: Exactly, I know. Well, that’s one of the amazing things with Reid is he had this season last year where he had to come up with new survival skills because he was in an environment he never should have been in and that has changed him over the season and moving forward. I feel like we have a much more sure Dr. Reid at the beginning of that episode, having been lured to that storage unit. And then, by the end, having a very tricky predicament there at the end of the episode.

I feel like there will be some effect to that stress, but he also is such a strong character, who tends to compartmentalize and to allow him to keep helping the team and figure things out. Ideally, he does not collapse or anything like that, that he can still be our Dr. Reid that we lean on.

Garcia is yelling for him to just shoot at the end of the episode. Is that something he’s actually considering, or would he never do that, considering where Garcia is at that particular moment?
Messer: I think it’s something he would really consider because we’ve seen him do what he has to do to survive when he was on his own in prison. I feel like that is a very real threat. Is he going to kill this woman? If he does that, does that put a bullet in Garcia’s head, which would be … Obviously, he’s weighing all of that out in that moment because he would never do anything to jeopardize Garcia. He will only make the move that he knows would be the safest thing for her.

 

This is the second season you wrote that you guys have decided to end the season with a huge cliffhanger like this. What is the exciting part of leaving fans wanting more, rather than perhaps tying things up in a neat bow just in case you guys don’t come back next season?

Messer: I feel very hopeful, and that’s all I can say is hopeful, that we would have the opportunity to tie this up, if not given a full season, which is what we’re all hoping for because of the fact that it is our 300th episode. But I would say there were a few years where I really was opposed to this kind of cliffhanger, where I enjoyed wrapping up a season and letting the team just be happy and smiling. I certainly did at the end of Season 7, when J.J. and Will got married, and Prentiss announced to the team, sort of individually, that she wasn’t gonna come back, and everybody had a final dance with her. It was just really lovely. I was happy to end the season that way because the team had been through so much that year, that it just felt like they deserved to have a night off.

jjwill

The lovely season 7 finale when JJ and Will got married and there was no cliffhanger

This year just felt like we hit the ground running, post-car accident, catching Mr. Scratch, Prentiss being held captive. We just didn’t come up for air. We’re doing it all the way up until the very end. I felt like that almost made sense given this season, that oh my gosh, we’ve been up against it this year, and there’s no signs of it stopping. There was something that felt sort of organic about that storytelling.

Is there a contingency plan, if you don’t get picked up for a full season, how you would wrap this up? Maybe like a special Criminal Minds movie event or anything. 
Messer: There’s been no discussion about that. Again, I’m just incredibly hopeful that we get a chance to have a season to explore all of it.

The introduction of the cult is actually a very interesting premise. Do you want to wrap it all up in one episode? Or could we see this cult be a continued threat for the BAU?
Messer: There’s two trains of thought on that right now, as far as the writers go. But there is something sort of natural in that could be an opportunity that you shut down one part of the cult, but there’s another part that’s still going. There’s another part, and holy cow, this is bigger than we thought it was. We’re gonna be in the room deciding that really soon hopefully. I think there’s something pretty cool about the idea of this launches into a season 14. It gives us a drive for the first part of the season, at the very least.

Tradução e edição/Translated and Edited by: Dayana Alves Coelho

Fonte/Source: TV Guide

 

 

A Chefe de Criminal Minds compartilha esperanças de renovação e fala sobre o tenso final de temporada

“Espere o inesperado, porque eu não sei se já terminamos uma temporada do jeito que estamos terminando esta”, avisa a produtora executiva Erica Messer. “Desculpe-me antecipadamente por qualquer estresse que cause a alguém.”

Criminal Minds da CBS vai terminar a 13ª temporada com um final que é um “episódio duplo” apenas no nome – na medida em que resultou dessa forma, devido ao agendamento e não por concepção (como o drama criminal às vezes faz).

Nos dois episódios de quarta-feira, que começam uma hora antes, às 22 horas (Horário de Brasília), na CBS, “o único ponto em comum é que você vê brotar uma amizade entre Lewis e Alvez (interpretados por Aisha Tyler e Adam Rodriguez)”, explica Erica Messer. “Nós todos concordamos que era bom vê-los sorrindo e gargalhando, para ter essa leveza que nem sempre conseguimos ter.”

13x21.1redux

A hora de abertura gira em torno do Taos Hum, “que é esse fenômeno sobre um zumbido de baixa frequência que é conhecido por deixar as pessoas loucas. Se você pesquisar no Google, você encontrará algumas coisas interessantes!”, diz Messer. “É quase como se fosse uma idéia para Arquivo X de certa forma, porque é como ‘isso realmente está acontecendo?’, e está mesmo.”

Em seguida, no verdadeiro final de temporada, James Urbaniak (de Difficult People e Review) é um agente VICAP (Programa Violent Criminal Apprehension Program) que Reid é levado a encontrar em uma unidade de armazenamento, desencadeando um mistério que irá manter os telespectadores se indagando até os momentos finais. Assista uma prévia:

“Nós realmente não fomos capazes de fazer nada assim, no qual um agente do FBI está desaparecido, e quando ele é encontrado, presumidamente morto, vemos que ele aprendeu a sobreviver como uma vítima por mais de um ano”, diz Messer. “Esse cara estava tentando resolver um caso não com habilidades de criação de perfil, mas habilidades da VICAP, e sua quase ingenuidade o fez ser apanhado por serial killers.”

Mas à medida que a BAU mergulha cada vez mais fundo no caso, percebemos: “Há uma coisa ainda maior em jogo …”, alerta Messer.

Essa “coisa maior” deixará dois agentes em perigo, à medida que a temporada for chegando ao fim – uma jogada talvez não tão ousada para o drama número 3 da CBS, que, se renovado, abrirá a 14ª temporada com nada menos que seu 300º episódio. Vários personagens estarão em perigo no final da temporada, que é o 299º episódio da série. Se o show conseguir a renovação, o final cria uma abertura de temporada extremamente emocionante para o 300º episódio.

Messer admite que está “contando com” a boa ideia de lançar a 14ª temporada com uma hora marcante para dar à CBS aquele último empurrão final para renovar.

13x22.10

Terminar a temporada com um gancho é um pouco arriscado, já que a Criminal Minds ainda está esperando por seu anúncio oficial de renovação, mas Messer quer encerrar a temporada de uma forma nova e excitante. “Na última temporada, fizemos um enorme acidente de carro, e você sabia que havia certos personagens que ficariam bem,pois não estavam na batida dos veículos”, explica ela. “Este ano, nós queríamos agitar um pouco, e é por isso que escolhemos o cliffhanger (gancho) que fizemos.”

“Não há melhor maneira de lançar uma temporada do que com o ‘nosso 300º episódio’”, ela opina. “Nosso show por passou por dificuldades tantas vezes, e nós temos uma base de fãs tão grande e leal, que esteve conosco durante todas essas mudanças, que eu certamente espero que tenhamos essa oportunidade para celebrar 13 anos de histórias.”

Tem sido uma sequência de estresse sem parar em Criminal Minds nesta temporada. Começou com Prentiss (Paget Brewster) sendo seqüestrada por Mr. Scratch (Bodhi Elfman) e a revelação de que o agente Stephen Walker (Damon Gupton) não sobreviveu ao acidente de carro que concluiu o final da 12ª temporada. Infelizmente, o final da 13ª temporada não terminará com um “felizes para sempre”.

“Se temos membros da equipe em perigo, é sempre uma incrível motivação para a equipe e para nós, como escritores, realmente entrar e fazer tudo que estiver ao nosso alcance para restaurar nossa equipe como deveria estar”, diz Messer.

O evento final da 13ª temporada de Criminal Minds começa na quarta-feira, 18 de abril, às 22 horas (Horário de Brasília), na CBS.

Criminal Minds Boss Shares Renewal Hope, Teases Tense Finale

“Expect the unexpected because I don’t know if we’ve ever quite ended a season the way we’re ending this one,” executive producer Erica Messer warns. “I’m sorry in advance for any stress I cause anyone.”

CBS’ Criminal Minds will wrap Season 13 with a finale that is a “double episode” in name only — in that it turned out that way due to scheduling and not by design (as the crime drama sometimes does).

Across the two Wednesday episodes, which start an hour earlier at 9/8c, “The only common thread is that you see a friendship sprouting between Lewis and Alvez (played by Aisha Tyler and Adam Rodriguez),” showrunner Erica Messer explains. “We all sort of agreed that it was nice to see them smiling and laughing, to have that levity that we don’t always get to have.”

The opening hour revolves around The Taos Hum, “which is this phenomenon about a low-frequency hum that is known to drive people crazy. If you Google it, you’ll find some interesting things!” says Messer. “It almost feels like it would fit an X-Files idea in a way, because it’s like, ‘Is this really happening?’ And it is.”

The actual season finale then guest-stars James Urbaniak (Difficult People, Review) as a VICAP (Violent Criminal Apprehension Program) agent whom Reid is led to find in a storage unit, triggering a mystery that will keep viewers guessing until the final moments.

13x22.6reduxclear

“We haven’t really been able to do anything like this, where an FBI agent has been missing, and then when he’s found, presumed dead, we see that he learned how to survive as a victim for over a year,” says Messer. “This guy was trying to solve a case not with profiling skills but VICAP skills, and his almost-naivete got him caught, by serial killers.”

But as the BAU dives ever deeper into the case, we realize, “There’s an even bigger thing at play…,” Messer warns.

That “bigger thing” will leave two agents in harm’s way as the season cuts to black — a perhaps not-so-bold move for CBS’ No. 3-rated drama, which if renewed would open Season 14 with no less than its 300th episode. If the show lands the renewal, the finale sets up an extremely exciting season opener for the landmark 300th episode.

Ending the season on a cliffhanger is a bit of a risk as Criminal Minds is still waiting for their official renewal announcement, but Messer wants to wrap up the season in an exciting new fashion. “Last season, we did a massive car accident, and you knew that there were certain characters that were gonna be okay because they weren’t in the car accident,” she explains. “This year, we wanted to shake that up a little bit, which is why we chose the cliffhanger we did.”

KirstenGarcia

Messer admits that she is “counting on” the nifty notion of launching Season 14 with a milestone hour to give CBS that last, final nudge to renew.

“There is no greater way to launch a season than to say ‘our 300th episode,’” she opines. “Our show has been through the wringer so many times, and we have such a great, loyal fan base that has been with us throughout all of these changes, I would certainly hope that we get that opportunity, to celebrate 13 years of stories.”

It’s been a non-stop stress train on Criminal Minds this season. It kicked off with Prentiss (Paget Brewster) being kidnapped by Mr. Scratch (Bodhi Elfman) and the reveal that Agent Stephen Walker (Damon Gupton) didn’t survive the car crash the concluded the Season 12 finale. Unfortunately, the Season 13 finale won’t end happily ever after either.

Multiple characters will be in danger at the end of the finale, which is the show’s 299th episode. “If we have team members in jeopardy, that’s always an incredible drive for the team internally and for us as writers to really jump in and do everything in our power to restore our team as they should be,” Messer says.

Criminal Minds’ Season 13 finale event begins Wednesday, April 18 at 9/8c on CBS.

Tradução e edição/Translated and Edited by: Dayana Alves Coelho

Fontes/Sources: TVLine, TVGuide

11×22 “The Storm” (Final de Temporada)

HOTCH É PRESO POR SUSPEITA DE CONSPIRAÇÃO E A BAU PRESUME QUE UMA TRAMA MAIOR POSSA ESTAR SE FORMANDO, NO FINAL DA 11ª TEMPORADA DE “CRIMINAL MINDS”, QUARTA-FEIRA, 4 DE MAIO

 HOTCH IS APPREHENDED FOR SUSPECTED CONSPIRACY AND THE BAU SUSPECTS A LARGER PLOT MAY BE BREWING, ON THE 11th SEASON FINALE OF “CRIMINAL MINDS”, WEDNESDAY, MAY 4

11x22Press

“The Storm” – A BAU fica chocada quando Hotch é preso por uma equipe da SWAT e suspeito de conspiração, e ao investigarem para provar sua inocência, o time presume que uma trama maior está no horizonte, no final da 11ª temporada de Criminal Minds, quarta-feira, 4 maio, na rede de televisão CBS.

 “The Storm” – The BAU is shocked when Hotch is apprehended by a SWAT team and suspected of conspiracy, and as the team scrambles to prove his innocence, they suspect a larger plot is on the horizon, on the 11th season finale of CRIMINAL MINDS, Wednesday, May 4 (9:00-10:00 PM, ET/PT) on the CBS Television Network.

convidados

Frances Fisher & Sheryl Lee Ralph nos bastidores do episódio 11×22 “The Storm”.

Novamente como estrelas convidadas estão Frances Fisher, como Antonia Slade, uma assassina em série condenada, e Sheryl Lee Ralph como a ex-esposa de Rossi Hayden Montgomery / Returning Guest Stars Include Frances Fisher as Convicted Serial Killer Antonia Slade and Sheryl Lee Ralph as Rossi’s Ex-Wife Hayden Montgomery

ELENCO REGULAR/REGULAR CAST:

Joe Mantegna (David Rossi)
Thomas Gibson (Aaron Hotchner)
Matthew Gray Gubler (Dr. Spencer Reid)
A.J. Cook (Jennifer “JJ” Jareau)
Kirsten Vangsness (Penelope Garcia)

ELENCO RECORRENTE/RECURRING CAST:

Aisha Tyler (Dr. Tara Lewis)
Josh Stewart (Will LaMontagne Jr.)
Mekhai Andersen (Henry LaMontagne)
Cade Owens (Jack Hotchner)

ELENCO CONVIDADO/GUEST CAST:

Frances Fisher (Antonia Slade)
Sheryl Lee Ralph (Hayden Montgomery)
Patrick Bristow (Asher Douglas)
Matt Battaglia (Captain Grant Howard)
Rif Hutton (Warden Bryan Nabb)
James Shanklin (Timothy Ritchie)
Jonathan Camp (Eric Rawdon)
Travis Johns (Johnson)
David L.M. McIntyre (Leonard Ennis)
Bodhi Elfman (Peter Lewis)
Michael James Lazar (Guard #1)
David Patykewich (Spooky Prisoner)

ESCRITO POR/WRITTEN BY: Produtores Executivos da série/Executive Producers Erica Messer & Breen Frazier
DIRIGIGO POR/DIRECTED BY: Glenn Kershaw

Tradução/Translated by: Dayana Alves Coelho

Edição/Edited by: Dayana Alves Coelho

Fonte/Source: CBS Express

Hotch, Antonia Slade e “Mr. Scratch” em um tenso final de temporada

O final da 11ª Temporada terá o retorno de um dos mais arrepiantes unsubs da História de Criminal Minds: “Mr. Scratch”, o assassino em série que, fantasiosamente empunhando garras, drogou e torturou Hotch na temporada anterior, por meios que nunca foram segredo. Isso talvez esteja relacionado à prisão de Hotch por conspiração, no último episódio desta temporada.

“Eu não quero dizer que Hotch é o centro [do episódio final], mas tem muito a ver com o Hotch”, diz a showrunner Erica Messer. “Não é tão visual como o primeiro episódio [Mr. Scratch], mas é um ótimo episódio de equipe.” Ao contrário dos últimos anos, a 11ª Temporada irá acabar com um ‘gancho’, depois de uma vitória temporária e uma “celebração de todas as coisas boas que aconteceram.” “Não será como a bomba no final do episódio e não saberemos quem sobreviveu”, brinca Messer (em referência ao episódio Lo-Fi – 03×20). Mas é nesse mesmo grande esquema – ‘Oh, meu Deus! Nós estamos apenas começando’.”

“The Storm”, o final da temporada de Criminal Minds, vai ao ar na quarta-feira, 4 de maio, pela CBS.

thestorm

Hotch, Antonia Slade and “Mr. Scratch” in a tense season finale

The Season 11 finale will see the return of one of the creepiest unsubs in Criminal Mindshistory: Mr. Scratch, the talon-wielding serial killer who drugged and tortured Hotch last season by means of which we were never privy. That’s perhaps related when Hotch gets arrested for conspiracy in the episode.

“I don’t want to say Hotch is the center of [the finale], but it has a lot to do with Hotch,” showrunner Erica Messer says. “It’s not as visual as the first [Mr. Scratch] episode, but it’s a big team episode.” Unlike the past few years, Season 11 will also end with a cliff-hanger after a temporary victory and a “celebration of all the good things that have happened.” “There’s not like a bomb at the end of the episode and we don’t know who survived,” Messer teases (referring to the episode’Lo-Fi’ – 03×20). “But it’s in that grander scheme of things, like, ‘Oh, my God! We’re just getting started.'”

Criminal Minds season finale “The Storm” airs Wednesday, May 4th at 9/10 PM on CBS.

Tradução/Translated by: Dayana Alves Coelho

Edição/Edited by: Dayana Alves Coelho

Fonte/Source: TV Guide

Final de Temporada de Criminal Minds: Kate, Meg, JJ e mais…

Kate Callahan é o foco de "The Hunt", final de temporada de Criminal Minds.

Kate Callahan é o foco de “The Hunt”, final de temporada de Criminal Minds.

A décima temporada de Criminal Minds está quase acabando, mas isso não significa necessariamente que todas as sequências de ação da série começarão a minguar. Na verdade, a série policial processual de longa duração contará com um dos seus episódios mais emocionantes na próxima semana.

Os predadores on-line da estreia que ficaram muito próximos de sequestrar Meg, em fevereiro, logo conseguirão raptá-la, e todos unirão forças para resgatar a sobrinha da Kate.” O fim do episódio 22 [na semana anterior] teve um gancho”, conforme afirmou a produtora executiva Erica Messer. “Você descobre no final que o assunto ainda estava no radar de Kate e um pouco do Hotch também. Nenhum deles realmente esquece após a estréia. “Enquanto o final será um passeio “rápido”, irá terminar com uma nota positiva e sem ganchos. “Agora raramente fazemos [ganchos]. “Me sinto como se o finale fosse uma recompensa para todos os que assistiram a toda a temporada, para que sintam que realmente terminamos com um estouro e deixar todo mundo respirar aliviado ao invés de segurar a respiração, diz Messer. Parte disso incluirá JJ,  revelando que ela está grávida (A gravidez de AJ Cook na vida real será escrita na história de sua personagem), o que significa que Henry será o irmão mais velho!

A gravidez de AJ Cook também será escrita para sua personagem em Criminal Minds.

A gravidez de AJ Cook também será escrita para sua personagem em Criminal Minds.

O episódio 22 de “Criminal Minds” foi quase um aquecimento, dado que esta é uma série que ama acabar de maneira grandiosa. “The Hunt” na próxima quarta-feira é uma ótima forma de se terminar, pelo menos no que é uma bela história de arco completo de temporada de um seriado. Isso nos leva de volta para o personagem de Kate Callahan, que conhecemos no início da da temporada, e nos dá a chance de ver se ela será capaz ou não de salvar sua sobrinha Meg, que é praticamente uma filha para ela, junto de uma de suas amigas, de uma terrível situação. Isto está longe de ser a primeira vez que Criminal Minds abordou sequestro em uma história, mas em geral, não há a tendência de acabar bem.

Continuar lendo

10×23 – “The Hunt”

QUANDO A SOBRINHA DE KATE E SUA MELHOR AMIGA SÃO RAPTADAS, A BAU SUSPEITA DE UM PREDADOR ONLINE, ENVOLVIDO EM TRÁFICO SEXUAL, NO FINAL DA 10ª TEMPORADA DE “CRIMINAL MINDS”, QUARTA-FEIRA, 6 DE MAIO

WHEN KATE’S NIECE AND HER BEST FRIEND ARE KIDNAPPED, THE BAU SUSPECTS AN ONLINE PREDATOR ENGAGED IN SEX TRAFFICKING, ON THE 10TH SEASON FINALE OF “CRIMINAL MINDS”, WEDNESDAY, MAY 6

10X23Press

“The Hunt” – Quando Meg, a sobrinha da Kate, e sua melhor amiga, são raptadas, a BAU suspeita de um predador online envolvido em tráfico sexual, no final da 10ª temporada de CRIMINAL MINDS, quarta-feira, 6 e maio, às 22h, na rede de televisão CBS.  Greg Grunberg (“Alias”, “Heroes”) retorna como o marido de Kate, Chris Callahan.

“The Hunt” – When Kate’s niece Meg and her best friend are kidnapped, the BAU suspects an online predator engaged in sex trafficking, on the 10th season finale of CRIMINAL MINDS, Wednesday, May 6 (9:00-10:00 PM, ET/PT) on the CBS Television Network.  Greg Grunberg (“Alias,” “Heroes”) returns as Kate’s husband, Chris Callahan.

O resgate da Meg, sobrinha de Kate, e sua melhor amiga, é o foto de "The Hunt", episódio final da 10ª Temporada.

O resgate da Meg, sobrinha de Kate, e sua melhor amiga, é o foto de “The Hunt”, episódio final da 10ª Temporada. 

A BAU corre para salvar a sobrinha da Kate, Meg, e sua melhor amiga, no final da 10ª Temporada.

The BAU races 2 save Kate’s niece Meg & her BFF on 10th season finale.

ELENCO REGULAR/REGULAR CAST:

Joe Mantegna (David Rossi)
Thomas Gibson (Aaron Hotchner)
Shemar Moore (Derek Morgan)
Matthew Gray Gubler (Dr. Spencer Reid)
A.J. Cook (Jennifer “JJ” Jareau)
Kirsten Vangsness (Penelope Garcia)
Jennifer Love Hewitt (Kate Callahan)

As personagens de Hailey Sole e Taylor Mosby, Meg Callahan e Markayla Davis, correm perigo em "The Hunt" (10x23).

As personagens de Hailey Sole e Taylor Mosby, Meg Callahan e Markayla Davis, correm perigo em “The Hunt” (10×23).

ELENCO RECORRENTE/RECURRING CAST:

Hailey Sole (Meg Callahan)

ELENCO CONVIDADO/GUEST CAST:

Greg Grunberg (Chris Callahan)
Taylor Mosby (Markayla Davis)
Molly Culver (SSA Tia Canning)
Melora Walters (Paige)
Brian Howe (Alex Zorgen)
Teresa Huang (Dr. Weiss)
Brent Chase (Kyle)
Deja Dee (Mrs. Caroline Davis)
Chad Roberts (Sam Devers)
Perry Smith (Woman)
Bayo Akinfemi (Male Nurse)
Brandon Rush (Agent Rush)
Chris Degner (Miles Hendrick)
Kevin Fry-Bowers (Colin Dupley)
Sabrina Claire (Female Field Reporter #1)
Andrew T. Lee (Male Field Reporter #2)
Natasha McCrea (Female Desk Reporter #1)
Scott Bourquin (Male Desk Reporter #2)

ESCRITO POR/WRITTEN BY: Jim Clemente & Janine Sherman Barrois
DIREÇÃO/DIRECTED BY: Glenn Kershaw

Tradução/Translated by: Dayana Alves Coelho.

Fonte/Source: CBS Express.

Chefe de Criminal Minds na revelação do Replicador , a Morte Final e o que vem a seguir na Temporada 9

[SPOILER ALERT: A história a seguir contém spoilers sobre o final da 8 ª temporada de Criminal Minds. Leia por sua conta e risco.]

Então, afinal, era Luke Skywalker…

Image

O perseguidor desta temporada de Criminal Minds foi finalmente desmascarado no episódio final de duas horas de quarta-feira como sendo o agente federal / bioquímica louco John Curtis (Mark Hammil). No final da primeira hora, Curtis invade o quarto de hotel de Strauss (Jayne Atkinson), depois ele força a alcoólatra em recuperação a beber antes de drogar-la com o “Doutor Morte”, mistura de a meth / ecstasy, a mistura mostrada no caso que a BAU tinha acabado de resolver . Ele deixa Strauss vaguear pelas ruas de Nova Iorque, onde a chefe da seção morre em um banco nos braços de Hotch (Thomas Gibson) – não nos de seu BAU-membro-com-benefícios Rossi (Joe Mantegna).

Então, quem é John Curtis, afinal? E por que ele estava visando a BAU? Acontece que Curtis trabalhou no Departamento de Justiça, que recebe relatos de casos da equipe, e como Blake (Jeanne Tripplehorn), ele foi lixado por Strauss, quando eles tiveram que levar a culpa por um acidente no caso Amerithrax há 12 anos. Escusado será dizer, ele não aceitou bem que Blake conseguiu entrar na BAU todos estes anos mais tarde. Strauss realmente estava investigando O ladino Replicator depois de ter dito à equipe que o caso estava adormecido no episódio 16. Acreditando que o replicador estava no interior, ela adulterou o relato de caso da equipe na semana passada, listando um MO falso que Replicator usou em Strauss.

Após sequestrar Blake quando o helicóptero da BAU foi forçado a um pouso de emergência em sua propriedade, Curtis planejava matar toda a equipe através de uma bomba em sua casa, mas Rossi – que Curtis tinha drogado antes para levá-lo a acreditar que Morgan (Shemar Moore) foi o Replicator – bloqueia Curtis na sala da armadilha e escapa do quarto usando  a medalha de sobriedade de Strauss como uma cunha na fechadura. A casa explode … mas nunca vemos o corpo de Curtis.

Então, está o Replicator realmente morto? E por que Strauss teve que morrer? A diretora e produtora  executiva Erica Messer responde às nossas perguntas ardentes.

O Replicator está morto? Quando não há corpo …

Erica Messer: Eu queria deixar isso como nossa opção criativa. Meu palpite é que ele está desaparecido. Mas eu especificamente não queria fazer isso, no caso da Season 9 dizemos: “Bem, você sabe …” [Risos] Eu queria deixar isso no ar, até que decidir na sala dos roteiristas no próximo mês. Mesmo todos os atores disseram: “Nós não vimos o seu corpo.” Mantendo em aberto, isto vai manter o ritmo na estréia da temporada, onde podemos mostrar fotos da cena ou dizer que ele está morto. Vai ser um bom ponto de partida para nós.

Strauss , obviamente, se foi.

Image

Erica Messer: Sim, eu tive muita dificuldade com isso. Conheço Jayne por tanto tempo e eu tive que realmente separar conhecer Jayne e o lugar criativo que estávamos com Strauss. É difícil para a equipe ter um inimigo como o Replicator, e para ele não fazer qualquer dano simplesmente não parecia certo. Strauss parecia ser a única que tinha que ir, o que me deixa triste, mas fazia sentido, na história. Ela foi o nosso cordeiro sacrificial. Ela foi apresentada como um inimigo da equipe e neste ano, ela estava tão do nosso lado.

Eu ainda me lembro o quanto eu odiava em “In Name and Blood”, quando ela insistiu em ir junto ao campo e era completamente inútil.

Messer: Certo! E nós não queremos repetir novamente de matar um ente querido como Kevin (Nicholas Brendon) e Will (Josh Stewart), que quase morreu no ano passado, depois de Maeve (Beth Riesgraf) morrer. Rossi e Strauss tinham dormido juntos, mas não foi um relacionamento real, sério. Mas a ligação pessoal entre eles era evidente e, claro, a sua ligação profissional à equipe. E ela começou como uma antagonista – ela queria Hotch fora na 2 ª temporada e, como você disse, esse episódio da 3 ª Temporada, ela não iria deixá-los sozinhos e não poderia lidar com estar no campo. [O ponto de virada foi] com o The Reaper e ela começou a compreender a equipe mais e ser mais simpática. E, em seguida, Hotch e Morgan estavam lá para ela [quando ela foi para AA] e, obviamente, ela e Rossi. Parecia que ela tinha um círculo completo.

Uma vez que você planejou este arco no verão passado, ela foi sempre iria morrer, certo? Quando você disse  à Jayne?

Messer: Sim, nós sabíamos muito cedo e eu só tinha evitado a conversa com Jayne, até que eu tinha que fazer. [Risos] Eu não queria que ela soubesse, para que em seus outros episódios, ela não estivesse se perguntando: “Oh, esse vai ser o meu último episódio antes de eu morrer?” Eu disse a ela durante o final do episódio 16. … Ela era tão importante nele. Ela tem um carinho por Strauss, obviamente, mas ela disse: “Eu sei o que você quer dizer. Criativamente, ela meio que define seu curso.” Strauss é um outro membro da equipe e se você tivesse que machucar um membro da equipe, fazia sentido que fosse ela. Jayne está na House of Cards e ela é muito boa nisso. E ela tem outras coisas que estão mantendo-a na Costa Leste.

Alguém do elenco regular achou que poderia ser ele?

Messer: Eu acho que por alguns minutos todos acharam. Todo mundo meio que percebeu, “Oh, nós estamos indo de frente com esse cara.” E cinco dos sete foram para negociação de contrato, por isso havia uma certa preocupação para eles. Assim como eu disse a Jayne, eu disse a eles e acho que todos eles respiraram um pouco mais aliviados, que não íamos terminar em suspenso. O CBS não quis isso, então ao invés, eu olhei para todas as reações [para o comercial] e fiz de cada um deles um suspenso . Eu senti como se cada reação pudesse ter sido o fim do episódio. Strauss está morta no final da provocação, o replicador está sentado à mesa de Rossi no final do Ato I, Rossi está apontando uma arma para Morgan no final do Ato II, o helicóptero cai no final do Ato III e em seguida o funeral no Ato IV. Então foi assim: “Nós vamos fazer um episódio cheio de ação sem nada em suspenso!”

Por que eles não quiseram um suspense? Porque alguém já estava morrendo?

Messer: Eles realmente não deram uma razão. Eles queriam um final esperançoso. Nós fizemos tantos. No ano passado não fizemos um e eles gostaram. Acho que foi também eles terem fé no fato de que o show ia voltar e nós não deixariamos um membro da equipe em perigo, e as negociações de todos em risco.

Qual foi a intenção do suspense? Todo mundo preso no quarto?

Messer: Sim, muito bem. O primeiro episódio [da Temporada 9] teria vindo para recuperar o replicador. Teria sido mais um tradicional finale-estréia de duas partes para nós. O episódio 24 teria sido a primeira parte e depois episódio 01 da 9ª temporada já teria sido continuá-lo. Eu estou realmente feliz agora que não fazê-lo dessa maneira. Temos uma boa hora, você tem recompensa para toda a linha de história nesta temporada, e você tem que ver a equipe resolvê-lo. … Estou muito satisfeita com nossa equipe contra histórias de suspeitos. Você vai notar quando eu escrevo as estréias e os finais, é geralmente pensando em nossa equipe a fazer o brainstorming, o que eles fazem todas as semanas, mas é geralmente mais breve. Quando você vir a nossa equipe de parede a parede em cada episódio fazendo o que eles fazem melhor, são histórias divertidas para contar.

Eu gostei que Strauss “salvou” Rossi através de sua medalha de sobriedade. Isso foi sempre parte do plano, se esta temporada terminasse em um suspense ou não?

Messer: Eu queria fazer isso o tempo todo. Foi uma decisão muito consciente de que ela teria ido até o final da provocação, para o público seria como, “Oh, meu Deus! Tudo pode acontecer.” Mas eu queria ela própria presente, no caso: a informação plantada no relatório, acreditando que alguém lá dentro estava lendo e sua medalha de sobriedade. Este foi um obstáculo para ela, mas também a força. Para quem entrasse em jogo era importante. Eu o lancei e eu tive uma reação morna sobre isso. [Risos] No meu primeiro rascunho, escrevi “TBD”, pensando que eu vou tentar chegar a alguma outra coisa. Eu realmente pensei que era eu e que eu estava sendo mole sobre isso, mas depois, eu o lancei novamente e o diretor Glenn Kershaw ficou tipo, “Você tem que fazer isso.” Eu gostei na minha cabeça, por isso estou feliz que tenham gostadom também!

Eu estou supondo que não é uma coincidência que Blake foi quem levou Strauss de volta para o hotel, dada a sua história.

Messer: Sim. E elas fizeram [sobre Amerithrax] alguns episódios atrás, por isso foi bom para nós, mesmo que fosse, principalmente fora da tela, acreditar que elas estavam bem. … Isso, obviamente, levou-se bem [ao replicador] e sua história. Seu plano era mais sobre o seu passado do que a presença de Blake, mas a sua presença no BAU foi o gatilho. Ele teve anos e anos de raiva edificando, queria entrar para o BAU, mas foi rejeitado. Então ela entrou, então foi como: “Espere um minuto.” Essa história de fundo levou toda a linha da história.

Será que você considerou ter uma cena final entre Rossi e Strauss?

Messer: Considerei, mas parecia que isso não é o que acontece na vida real. Na vida real, você recebe um telefonema de que alguém se foi e a última vez que você viu é a única coisa em  que você pode pensar. Qual é o seu último momento com eles? Disse-lhes como você se sentiu? Eu queria que fosse mais uma reminiscência do que isso. Eu também não quero que ele seja repetitivo de sua jornada com sua ex-esposa a partir de 7 ª Temporada. … E porque não dizendo adeus e estando de luto, ele foi mais facilmente manipulado a pensar que Morgan era [o Replicator]. É claro que ele estava drogado demais. … A idéia era que ele não estava claramente em si até Hotch apontá-lo para que ele percebesse que algo está errado.

Image

Você matou os interesses amorosos de dois dos membros da equipe em uma temporada agora.

Messer: Eu sei. Elas não eram relações tradicionais. O triste é quando você está casada com seu trabalho como esse, só em geral, é difícil ter relações. Quando conhecemos pessoas reais na BAU, metade das pessoas se divorciaram, a outra metade eram ou não casados ​​ou casados. É difícil.

Image

O que vem por aí na Temporada 9?

Messer: Todo mundo saiu de férias com a idéia de “Vamos fazer desintoxicação e descobrir mais tarde o que o próximo ano é”. Eu sou sempre  fã de falarmos mais sobre os heróis. Eu definitivamente vou estar procurando essas histórias. Eu acho que nós vamos ter um ano muito divertido e eu olho para esses próximos dois anos, a possibilidade de fazer arcos maiores. É difícil repetir o replicador. Ele era tão grande e no final do dia, foi Luke Skywalker! [Risos] Eu não acho que nós estaremos seguindo por esse caminho novamente.

Qual é o plano para substituir Strauss? Será que Hotch vai ser chefe de seção de novo?

Messer: Hotch provavelmente vai ter preenchido todo o verão, mas a substituição da Strauss é outro item de diversão para começar a discutir na sala de escritores em duas semanas!

As negociações foram difíceis e houveram tantos rumores. Você estava preocupada em qualquer momento de que o show não iria voltar?

Messer: Eu estava, porque foi difícl. Foi realmente irritante. Você simplesmente não pode ir online por aqueles par de semanas. É estressante. Você simplesmente não tem qualquer poder. Se fosse por mim, tudo teria sido assinado antes que entrasse em hiato. … Nossa equipe entrou em férias pela primeira vez em um bom tempo sem saber se haveria outra temporada. Todos os sinais estavam apontando para “Bem, isso acontece às vezes. Às vezes, um drama do envelhecimento na CBS só vai embora.” Havia um monte de pessoas com medos reais em nossa equipe. Foi muito difícil para todos nós para empacotar as coisas e não dizer: “Vejo você em algumas semanas.” Assim que eu soube que tinha uma luz verde, eu mandei uma mensagem para todos: “Tudo bem! Vai ser oficial em breve. Tirem as férias.” Isso é o que acontece – toda a gente precisa tanto de férias, mas se você estiver incerto de trabalho, você trabalha em vez de tomar o intervalo. Eu era como, “Não faça isso. Faça uma pausa. Todo mundo precisa de uma pausa.”

Quando o elenco re-assinou, isso meio que tirou o suspense com relação à morte. Ou então você realmente teria pregado uma grande peça.

Messer: Certo! Isso teria sido uma grande reviravolta. “Todo mundo vai voltar na próxima temporada. Oh, espere. Brincadeirinha!” [Risos]

O que você achou do episódio final de Criminal Minds?

(traduzido por Michelle Ferreira Sanches)