Vida atrás das câmeras: entrevista com John Hatchitt

Criminal Minds acabou de começar a gravar a 13ª temporada. E, enquanto os cenários ganham vida novamente, conseguimos conversar com um dos membros da equipe de produção mais prolíficos no Twitter, que posta muitas fotos do seus trabalho nos bastidores.

Junte-se a nós e conheça melhor John Hatchitt e seus 13 anos de trabalho em Criminal Minds.

Criminal Minds BR: Em seu perfil no Twitter, além das fotos do seu trabalho em Criminal Minds, vemos muitas fotos de passeios de bicicleta. Quando e como você começou a praticar ciclismo de estrada?
John Hatchitt:
Eu andava de bicileta antes mesmo de entrar para a indústria [do entretenimento], mas aconteceu que o nosso diretor de fotografia, Greg St John’s, andava de bicicleta nas primeiras temporadas e me trouxe de volta. Sabendo o que é preciso para correr, ele me permite ter tempo para treinar e viajar, o que é maravilhoso.

John Hatchitt em uma de suas corridas de bicicleta (foto: John Hatchitt)

CMBR: Como você começou a trabalhar na indústria do entretenimento?
JH:
Eu entrei neste negócio quando os estúdios Disney, na Flórida, estavam sendo construídos, no que era um serviço de uma semana. Quase 30 anos depois, aqui estou com meus três filhos de 29, 28 e 26 anos trabalhando comigo.

CMBR: Conte-nos sobre o seu trabalho em Criminal Minds. Qual costuma ser sua agenda?
JH:
Nossas tarefas diárias são bastante diretas. Meu braço direito e o resto da equipe chegam à locação entre 30 minutos e uma hora antes para descarregar equipamentos. Chego antes do diretor de fotografia para garantir que as montagens das câmeras ou guindastes estão preparados para Greg e diretor verem.

John Hatchitt e sua equipe brincando com Shemar Moore nos bastidores do episódio 10×19 (foto: John Hatchitt)

CMBR: Qual a diferença de trabalhar em cinema e TV?
JH:
Com TV, sabemos que é um trabalho de segunda a sexta, em cinema, pode-se trabalhar todos os dias da semana. Além disso, no cinema, há um pouco mais de tempo ao longo do dia para ser criativo com movimentos/tomadas e equipamentos. Na TV, os fãs qurem mesmo é ver as estrelas bem de perto.

CMBR: Como o fato de haver um roteirista e um diretor diferentes toda semana afeta o seu trabalho no set?
JH:
Ter um diretor/roteirista diferentes apenas nos dá mais variedade na gravação. Harry e Glenn saem semanas antes para encontrar locações que depois nos dão ideias do que esperar e nos ajudam a ficam preparadas para o episódio. Então, se houver uma chance de fazer uma brincadeira, temos tempos de pensar na forma mais eficiente de fazê-lo sem perder tempo no dia da gravação.

John Hatchitt nos bastidores do episódio 11×06, dirigido por Thomas Gibson (foto: John Hatchitt)

CMBR: Como o avanço tecnológico dos últimos anos afetou seu trabalho?
JH:
Com as mudanças na tecnologia, usamos muitos menos equipamentos nas gravações, o que nos ajuda a acelerar o processo. E, como as câmeras estão ficando menores, é mais fácil de fazer instalações em novos locais para conseguir ângulos diferentes.

CMBR: Fale-nos sobre segurança no set e como isso afeta/auda seu trabalho, tanto em dias comuns como em sequências com efeitos especiais.
JH:
A nossa parte de segurança no set é olhar em volta todos os dias, onde quer que estejamos gravando e ter certeza de que está tudo certo. En relação aos dublês, Tom Elliott é o responsável e está sempre de olho, mas também estamo sempre por perto para dar a assistência necessária.

A visão a partir de um trilho de câmera instalado pelo equipe de Hatchitt (foto: John Hatchitt)

CMBR: Qual seu unsub/episódio favorito até agora? Por quê?
JH:
Meus episódios favoritos foram os da segunda temporada com Keith Carradine [que interpretou Frank Breitkopf, nos episódios 2×13 “No Way Out” e 2×23 “No Way Out: The Evilution Of Frank”]. Foi muito interessante e ele sumiu sem deixar rastros.

Equipamento montado em uma filmagem externa (foto: John Hatchitt)

CMBR: Para terminar, vocês acabaram de começar as filmagens da 13ª temporada, o que pode nos dizer sobre o que está por vir?
JH:
Obrigada por me permitir dividir tudo isso com você e o fandom de Criminal Minds. E preparem-se para ficar à beira dos seus assentos. Vou compartilhar algumas coisas dos bastidores no Twitter [@johnhatchitt] sem muitos spoilers.

Redação, Tradução e Edição:  Equipe CMBR – Patricia Angelica & Dayana Alves Coelho

Anúncios

Hangout CMBR especial – reviravoltas nos bastidores da 12ª temporada

Finalmente conseguimos nos reunir – de forma meio capenga, com direito a quedas na internet, tosse, cachorro e tudo o mais – para comentar um pouco sobre os bastidores conturbados do início da produção da 12ª temporada de Criminal Minds com suas novidades no elenco: Adam Rodriguez e Aisha Tyler no elenco regular, Paget Brewster participando de pelo menos seis episódios e, a mais bombástica de todas: Thomas Gibson suspenso e, logo depois, demitido da série.

Confiram a nossa conversa ao vivo: