Criminal Minds deixa dois agentes em sério perigo no final da 13ª temporada

Criminal Minds prometeu um cliffhanger (gancho) no final da 13ª temporada, e o pretty boy nos entregou.

A temporada terminou com Reid (Matthew Grey Gubler) descobrindo quem era a espiã de um culto serial killer inflitrada dentro do FBI e a manteve na mira da arma. Infelizmente, ele não pôde prendê-la, porque no último segundo ela revelou que o grupo tinha Garcia (Kirsten Vangsness) mantida como refém. Ela ofereceu a Reid um ultimato para acompanhá-la e libertar seu líder preso no prédio no FBI ou Garcia seria a próxima em sua lista de vítimas.

Os jogadores mais valiosos da equipe estão agora ambos em grave perigo e o resto da BAU ainda está a minutos de Quântico, então a ajuda não chegará tão cedo. O TV Guide conversou com a produtora executiva Erica Messer sobre a decisão de encerrar a temporada de uma maneira tão surpreendente, especialmente porque Criminal Minds ainda espera por uma renovação oficial da CBS.

CastS13press

Quão preocupados deveríamos estar, Erica? Dois de nossos agentes estão em sério perigo no final desses dois episódios.

Erica Messer: Eu sei, eu sei. É louco. Certamente somos apaixonados por Garcia e pelo Dr. Reid. Eles se sentem como duas peças incrivelmente importantes para a nossa equipe, que não estarão disponíveis se forem mantidas em cativeiro. Eles não estarão disponíveis para nos ajudar a resolver o caso, o que é uma loucura. Os desafios que estamos apresentando agora são: “Puxa, se tivermos dois dos nossos jogadores mais valiosos de fora do jogo, o que podemos fazer? Que pistas eles podem deixar para nos ajudar a descobrir onde estão sendo mantidos?” ou como ajudamos a resolver este caso sem eles? ” É uma das primeiras vezes, penso eu, que estivemos verdadeiramente sem a ajuda de ambos.

Fazemos essas coisas apenas para nos desafiar, para surpreender o público, para desafiar os atores que eu acho que estão realmente empolgados com a forma como a temporada terminou, e para nos manter esperando o verão todo para descobrir o que acontece. Isso realmente preenche a definição do que um cliffhanger deveria ser.

Reid saiu de sua licença sabática para resolver este crime. Que tipo de efeitos a longo prazo ele sentirá depois de ser colocado em situação tão estressante? Como o fato de sua própria companheira de equipe em perigo o afetará quando ele deveria estar descansando por essas razões exatas?

Messer: Exatamente, eu sei. Bem, essa é uma das coisas incríveis sobre Reid, pois ele teve essa temporada no ano passado, onde ele teve que desenvolver novas habilidades de sobrevivência, porque ele estava em um ambiente em que ele nunca deveria estar, e isso o mudou durante a temporada e o levou a seguir em frente. Eu sinto que temos um Dr. Reid muito mais confiante no início desse episódio, tendo sido atraído para aquela unidade de depósito. E então, por fim, tendo uma situação muito complicada lá no final do episódio.

Eu sinto que haverá algum efeito com esse estresse, mas ele também é um personagem tão forte, que tende a compartimentar e permitir que ele continue ajudando a equipe a descobrir as coisas. Idealmente, ele não entra em colapso ou algo assim, ele ainda pode ser o Dr. Reid no qual nos apoiamos.

GarciaRefem

Garcia está gritando para ele simplesmente atirar no final do episódio. Isso é algo que ele está realmente considerando, ou ele nunca faria isso, considerando onde Garcia está naquele momento em particular?

Messer: Eu acho que é algo que ele realmente consideraria, pois nós o vimos fazer o que ele tinha que fazer para sobreviver quando ele estava sozinho na prisão. Eu sinto que isso é uma ameaça muito real. Ele vai matar essa mulher? Se ele faz isso, isso coloca uma bala na cabeça de Garcia, o que seria … Obviamente, ele está pesando tudo isso naquele momento, porque ele nunca faria nada para colocar Garcia em risco. Ele só fará o movimento que ele sabe que seria a coisa mais segura para ela.

Esta é a segunda temporada que você escreveu e que vocês decidiram terminar a temporada com um enorme cliffhanger como este. Qual é a parte empolgante de deixar os fãs querendo mais, em vez de amarrar as coisas em uma curva perfeita para o caso de vocês não voltarem na próxima temporada?

Messer: Eu me sinto muito esperançosa, e isso é tudo que posso dizer, que é esperançoso, que teremos a oportunidade de amarrar isso, se não for dada uma temporada completa, que é o que todos esperamos, porque é o nosso 300º episódio. Mas eu diria que houve alguns anos em que eu realmente me opus a esse tipo de cliffhanger, em que eu gostava de encerrar uma temporada e deixar a equipe apenas feliz e sorridente. Eu certamente fiz isso no final da 7 ª temporada, quando J.J. e Will se casaram, e Prentiss anunciou para a equipe, individualmente, que ela não voltaria, e todos tiveram uma dança final com ela. Foi realmente adorável. Eu estava feliz por terminar a temporada dessa maneira, porque a equipe tinha passado por tanta coisa naquele ano, que parecia que eles mereciam uma noite de folga.

Neste ano, sentimos como se tivéssemos chegado correndo, começando com o acidente de carro, pegando Mr. Scratch, Prentiss sendo mantida em cativeiro. Nós simplesmente não paramos para respirar. Fizemos todo o caminho direto até o final. Eu senti que isso quase fez sentido nesta temporada, que, oh meu Deus, nós estamos contra isso este ano, e não há sinais de que isso vá parar. Havia algo que parecia orgânico sobre essa narrativa.

PrentissScratch

Prentiss foi mantida em cativeiro por Mr. Scratch no primeiro episódio da 13ª temporada

 

Existe um plano de contingência, se a série não for renovada para uma temporada completa, como você encerraria isso? Talvez como um filme Criminal Minds em um evento especial ou algo assim.

Messer: Não houve discussão sobre isso. Mais uma vez, estou incrivelmente esperançosa de que tenhamos a chance de ter uma temporada completa para explorar tudo isso.

A introdução do culto é realmente uma premissa muito interessante. Você quer concluir tudo em um episódio? Ou podemos ver esse culto como uma ameaça contínua para o BAU?

Messer: Há duas linhas de pensamento sobre isso agora, no que diz respeito aos roteiristas. Mas há algo de natural nisso que poderia ser uma oportunidade de eles fecharem uma parte do culto, mas há outra parte que ainda está em andamento. Há outra parte e caramba, isso é maior do que pensávamos. Nós vamos estar reunidos decidindo isso muito em breve, eu espero. Eu acho que há algo muito legal sobre essa ser a idéia para o lançamento da 14ª temporada. Isso nos dá um impulso para a primeira parte da temporada, no mínimo.

ReidGun

 

Criminal Minds Leaves Two Agents In Serious Peril After Season 13 Finale

Criminal Minds promised a Season 13 finale cliffhanger, and boy did it deliver.

The season closer ended with Reid (Matthew Gray Gubler) figuring out who the mole inside the FBI from a serial killer cult was and holding her at gun point. Unfortunately, he couldn’t take her out because at the last second she revealed that the group had Garcia (Kirsten Vangsness) held hostage. She offered Reid an ultimatum to come with her and join the cult, or Garcia would be next on their victim list.

The team’s most valuable players are now both in grave danger and the rest of the BAU is still minutes away from Quantico so help won’t be arriving any time soon. TV Guide talked to executive producer Erica Messer about the decision to end the season in such a jaw-dropping way, especially as Criminal Minds still waits for an official renewal from CBS.

How worried should we be, Erica? Two of our agents are in very serious danger at the end of these two episodes.
Erica Messer: I know, I know. It’s crazy. We are certainly in love with both Garcia and Dr. Reid. They feel like two incredibly important pieces to our team, who won’t be available if they’re held captive. They won’t be available to help us solve the case, which is crazy. The challenges we’re coming up with now are, “Gosh, if we have two of our MVPs sitting on the sidelines here, what can we do? What clues do they possibly leave behind for us to help find where they’re being held or how we help to solve this case without them?” It’s one of the first times, I think, we’ve ever been without, truly, truly without the help of both of them.

We do these things just to challenge ourselves, to surprise the audience, to challenge the actors who are, I think, really excited that that’s how the season ended, and to keep us all waiting all summer to figure out what happens. It’s hopefully filling the definition of what a cliffhanger should be.

12x18.8

Reid had a hard time while he was in prison in Season 12

Reid came off of his required sabbatical to solve this crime. What sort of long-term effects will he feel after being pulled into something this stressful? How will his own teammate being in danger affect him when he was supposed to be resting for these exact reasons?
Messer: Exactly, I know. Well, that’s one of the amazing things with Reid is he had this season last year where he had to come up with new survival skills because he was in an environment he never should have been in and that has changed him over the season and moving forward. I feel like we have a much more sure Dr. Reid at the beginning of that episode, having been lured to that storage unit. And then, by the end, having a very tricky predicament there at the end of the episode.

I feel like there will be some effect to that stress, but he also is such a strong character, who tends to compartmentalize and to allow him to keep helping the team and figure things out. Ideally, he does not collapse or anything like that, that he can still be our Dr. Reid that we lean on.

Garcia is yelling for him to just shoot at the end of the episode. Is that something he’s actually considering, or would he never do that, considering where Garcia is at that particular moment?
Messer: I think it’s something he would really consider because we’ve seen him do what he has to do to survive when he was on his own in prison. I feel like that is a very real threat. Is he going to kill this woman? If he does that, does that put a bullet in Garcia’s head, which would be … Obviously, he’s weighing all of that out in that moment because he would never do anything to jeopardize Garcia. He will only make the move that he knows would be the safest thing for her.

 

This is the second season you wrote that you guys have decided to end the season with a huge cliffhanger like this. What is the exciting part of leaving fans wanting more, rather than perhaps tying things up in a neat bow just in case you guys don’t come back next season?

Messer: I feel very hopeful, and that’s all I can say is hopeful, that we would have the opportunity to tie this up, if not given a full season, which is what we’re all hoping for because of the fact that it is our 300th episode. But I would say there were a few years where I really was opposed to this kind of cliffhanger, where I enjoyed wrapping up a season and letting the team just be happy and smiling. I certainly did at the end of Season 7, when J.J. and Will got married, and Prentiss announced to the team, sort of individually, that she wasn’t gonna come back, and everybody had a final dance with her. It was just really lovely. I was happy to end the season that way because the team had been through so much that year, that it just felt like they deserved to have a night off.

jjwill

The lovely season 7 finale when JJ and Will got married and there was no cliffhanger

This year just felt like we hit the ground running, post-car accident, catching Mr. Scratch, Prentiss being held captive. We just didn’t come up for air. We’re doing it all the way up until the very end. I felt like that almost made sense given this season, that oh my gosh, we’ve been up against it this year, and there’s no signs of it stopping. There was something that felt sort of organic about that storytelling.

Is there a contingency plan, if you don’t get picked up for a full season, how you would wrap this up? Maybe like a special Criminal Minds movie event or anything. 
Messer: There’s been no discussion about that. Again, I’m just incredibly hopeful that we get a chance to have a season to explore all of it.

The introduction of the cult is actually a very interesting premise. Do you want to wrap it all up in one episode? Or could we see this cult be a continued threat for the BAU?
Messer: There’s two trains of thought on that right now, as far as the writers go. But there is something sort of natural in that could be an opportunity that you shut down one part of the cult, but there’s another part that’s still going. There’s another part, and holy cow, this is bigger than we thought it was. We’re gonna be in the room deciding that really soon hopefully. I think there’s something pretty cool about the idea of this launches into a season 14. It gives us a drive for the first part of the season, at the very least.

Tradução e edição/Translated and Edited by: Dayana Alves Coelho

Fonte/Source: TV Guide

 

 

Anúncios

4 respostas em “Criminal Minds deixa dois agentes em sério perigo no final da 13ª temporada

    • Também concordo e muito contigo, já faz um tempo que vejo que depois que alguns atores saíram do show e entraram outros, não consigo me acostumar com a equipe como ficou e com a forma que estão tratando a história de personagens como Garcia e Dr. Reid. O próprio Reid, está se tornando algo que em sua personalidade característica, não poderia se tornar, pelo pouco tempo que passou e até pelo que enfrentou durante seu passado, sua complexidade levaria algum tempo para começar as mudanças, ainda mais sem terapia… Já Garcia, nem se fala, muitas vezes acaba dividindo espaço como alívio cômico com Dra. Tara e Luke Alvez, isso em minha opinião estraga o andamento dos episódios e os deixam maçantes. Acredito tb que a série chegou em seu final desde a 11° temporada!

  1. Putz…Informacao agora da conta de que foi renovada para mais uma temporada…
    Boa jogada dos produtores, criam um “gancho” so pra Emissora nao cancelar e renovar….putz
    Mais um ano agonizando com historinhas fraquinhas…pena….

    • Tens toda certeza, Junior! Espero pelo menos que não apareçam mais episódios envolvendo criminosos sádicos com o tal Transtorno de identidade dissociativo, pq convenhamos este transtorno não ´se encontra por aí feito água que sai da torneira….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s