A chefe de Criminal Minds sobre as mudanças de elenco: ‘tudo foi uma decisão bem pensada’

Quando Criminal Minds terminou a 12ª temporada em maio com um acidente de carro, a showrunner Erica Messer disse ao TV Guide que “certamente esperava” que o elenco inteiro retornasse para a 13ª temporada. Mas ela acrescentou: “se aprendi alguma coisa em todos estes 13 anos é que você não dá para realmente se preparar para nada”.

Um mês depois – e menos de um ano depois que Thomas Gibson foi demitido após uma briga com um escritor-produtor – o show, e seus fãs, foram atingidos com outra mudança de elenco surpreendente em sua longa história. Enquanto A.J. Cook e Kirsten Vangsness garantiram aumentos para retornar depois de longas negociações, Damon Gupton, que se juntou ao show no meio da última temporada, foi demitido. Uma semana depois, Daniel Henney, que estrelava o spin-off cancelado, Criminal Minds: Beyond Borders, se juntou à nave-mãe, substituindo essencialmente o agente Stephen Walker, de Gupton.

“Foi difícil”, disse Messer ao TV Guide. “Como você sabe, essas decisões não são rápidas nem nada do tipo. Tudo foi uma decisão muito pensada”.

As conversas sobre trazer o agente Matthew Simmons, de Henney, para Criminal Minds, se iniciaram entre executivos de rede e estúdio e Messer, pouco tempo após Beyond Borders ser cancelada. “As discussões foram: ‘você acha que Daniel gostaria de se juntar à Criminal Minds?’ Mas, é claro, adicionar mais um significa que alguém não está voltando e nunca é fácil quando alguém não volta à série”.

Eventualmente, Messer diz: “foi tomada a decisão de que Damon não voltaria e Daniel viria, então cabe a nós contar as histórias e fazer com que elas tenham sentido”.

Damon Gupton interpretou o agente Stephen Walker na 12ª temporada

A ironia, claro, é que Gupton se juntou à série a pedido da CBS para adicionar um oitavo personagem – fazendo o maior elenco que o show já teve ao mesmo tempo – seguido à saída de Gibson. Não muito é diferente da adição de Rachel Nichols na 6ª temporada e sua posterior demissão durante o hiato de verão, depois de Cook e Paget Brewster, que foram demitidas pela CBS, e retornaram para a 7ª temporada. “Nunca é fácil ter essas conversas com um artista”, diz Messer. “Você nunca quer tê-las. E [Gupton é] alguém tão respeitado em nossa família Criminal Minds“.

Pior ainda, o primeiro episódio de Gupton foi em janeiro e a segunda metade da temporada foi fortemente concentrada na prisão de Reid (Matthew Gray Gubler), Walker teve uma curta introdução e quase não se pode conhecê-lo, é bem provável que este fator foi importante para que ele fosse o único a sair. Como fizeram com partidas anteriores fora de seu controle – Mandy Patinkin desistindo abruptamente na 3ª temporada, a saída de Gibson – Messer diz que o programa se inclinará para a realidade da situação.

“Isso aconteceu. Nos bastidores, estávamos lidando com: ‘oh, essa pessoa querida só entrou e nós tivemos tanta sorte de trabalhar com ele e não ficou, mas vamos lá'”, diz ela. “E, claro, demorou em um minuto ele estava em outra coisa incrível [Black Lightning que está por vir na CW]. Mas esses momentos são bem perversos”.

A saída de Walker – ele era uma das pessoas no acidente – será tratada na estreia, que também verá a chegada de Simmons em tempo integral à BAU. Vangsness disse anteriormente ao TV Guide que um “escândalo” fez com que a viajante ao redor do mundo IRT de Beyond Borders “colapsasse” e Messer provoca que “estamos reconhecendo que eles não estão mais juntos como uma equipe”.

Daniel Henney interpretou o agente Matt Simmons no spin-off Beyond Borders e seu personagem será incluído na 13ª temporada de Criminal Minds

“Apresentar o personagem de Daniel a esse mundo tem sido divertido”, acrescenta. “Todo mundo está apaixonado por ele nos bastidores, de modo que as coisas se tornam muito mais fáceis. É adorável. Ele traz uma nova energia para o show”.

E depois de tantas mudanças de elenco no ano passado – Adam Rodriguez também se juntou ano passado, enquanto Brewster retornou em tempo integral – e muito menos o fato de que a série já viu mudanças de elenco todo ano desde a 9ª temporada, Messer espera uma certa estabilidade . Mas, novamente, ela sabe não esperar.

“Todos sabemos que qualquer coisa pode acontecer aqui”, diz ela com uma risada. “Amo todos aqui. Estamos nos divertindo. Estamos chamando isso de 13 da sorte na nossa sala. Nem posso acreditar que tivemos tanta sorte de estar aqui por 13 anos. Nós passamos por tanta coisa. É louco”.

Criminal Minds Boss on That Cast Shake-Up: “Everything Was a Thoughtful Decision”

When Criminal Minds ended Season 12 in May with a car accident cliffhanger, showrunner Erica Messer told TV Guide that she “certainly hope[d]” the whole cast was returning for Season 13. But, she added, “If I’ve learned anything in all these 13 years it’s you can’t truly prepare for anything.”

A month later — and less than a year after Thomas Gibson was fired after an altercation with a writer-producer — the show, and its fans, were hit with another surprising cast shakeup in its long history of them. While A.J. Cook and Kirsten Vangsness secured raises to return after protracted negotiations, Damon Gupton, who joined the show midway through last season, was let go. A week later, Daniel Henney, who starred on the just-canceled spin-off Criminal Minds: Beyond Borders, joined the mothership, essentially replacing Gupton’s Agent Stephen Walker.

“It was difficult,” Messer tells TV Guide. “As you know, these decisions aren’t made quickly or anything like that. Everything was a thoughtful decision.”

Talk of moving Henney’s Agent Matthew Simmons to Criminal Minds began between network and studio executives and Messer not long after Beyond Borders was canceled. “‘The discussions were, ‘Do you think Daniel would want to join Criminal Minds?’ But of course to add one more that means someone’s not coming back and that’s never an easy thing when someone isn’t returning to the show.”

Eventually, Messer says, “the decision was made that made that Damon would not be returning and Daniel would be joining, so then it’s up to us to tell the stories and have them make sense.”

O destino do agente Stephen Walker (Damon Gupton) será definido na estreia da 13ª temporada

The irony, of course, is that Gupton joined the show at the request of CBS to add an eighth character — making it the largest cast the show’s ever had at one time — following Gibson’s exit. It’s not unlike Rachel Nichols’ addition in Season 6 and her subsequent dismissal during the summer hiatus after both Cook and Paget Brewster, who were dropped by CBS, returned for Season 7. “That’s never an easy thing to have those conversations with an artist,” Messer says. “You never want to have those. And [Gupton is] somebody who is so respected in our family of Criminal Minds.”

Worse, since Gupton’s first episode was in January and the back half of the season was heavily focused on Reid’s (Matthew Gray Gubler) imprisonment, Walker got the short end of the introduction and getting-to-know-you deal, which more than likely played a factor in why he was the one let go. Like they have done with past departures out of their control — Mandy Patinkin abruptly quitting in Season 3, Gibson’s exit — Messer says the show will lean into the reality of the situation.

“It did happen. Behind the scenes, we were dealing with, ‘Oh, this lovely person just came in and we were so lucky to work with him and it was not long enough, but there they go,'” she says. “And of course, it took about a minute before he was on something else amazing [The CW’s upcoming Black Lightning]. But those moments are just crummy.”

Walker’s exit — he was one of the people in the accident — will be handled in the premiere, which will also see Simmons’ full-time arrival to the BAU. Vangsness previously told TV Guide that a “scandal” caused Beyond Borders‘ globe-trotting IRT to “collapse,” and Messer teases that “we are acknowledging that they’re not together as a unit anymore.”

“Introducing Daniel’s character into this world has been a good time,” she adds. “Everybody’s in love with him behind the scenes, so that makes things much easier. It’s lovely. He brings a new energy to the show.”

And after so many cast permutations in the past year — Adam Rodriguez also joined last year, while Brewster returned full time — let alone the fact that the show has seen a cast change every year since Season 9, Messer is hoping for some stability. But again, she knows not to expect it.

“We all know anything can happen here,” she says with a laugh. “I love everyone here. We’re having fun. We’re calling it our lucky 13 in the room. Just can’t believe we’ve been so fortunate to have been here for 13 years. We’ve been through so much. It’s crazy.”

Tradução/Translation: Patrícia Angélica

Edição/Edition: Patrícia Angélica

Fonte/Source: TV Guide

Anúncios

3 respostas em “A chefe de Criminal Minds sobre as mudanças de elenco: ‘tudo foi uma decisão bem pensada’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s