Escritor de Criminal Minds fala sobre a discussão com Thomas Gibson

Virgil Williams, escritor do drama Criminal Minds da CBS, que recentemente esteve envolvido em uma briga física com o ator Thomas Gibson, está encorajando os adolescentes do Ensino Médio a tomarem uma atitude pelo que acreditam.

Durante uma recente visita à Escola de Cinema Ghetto Los Angeles, onde hospedou um workshop interativo para estudantes que aspiram trabalhar na indústria do entretenimento, o escritor-produtor falou abertamente sobre a importância de contar sua história.

“Há um certo ciclo que precisa ser quebrado”, diz Williams. “Uma dessas crianças veio e me perguntou: ‘Estou fazendo uma reportagem completa sobre o problema da diversidade em Hollywood, e como você acha que se pode resolver isso?’ A primeira coisa que veio à minha cabeça foi ‘Vocês. Vocês são a maneira para nós corrigimos isso. Vocês estão aqui agora. Vocês estão corrigindo isso agora porque vocês estão passando seu tempo, estão estudando e trabalhando em seu ofício e estão tentando contar suas histórias. Vocês têm que ser a mudança que vocês querem ver.'”

Depois de ser perguntado por um estudante como é difícil escrever sobre a saída de um personagem principal em um programa de TV, Williams imediatamente se referiu à partida de Gibson – e admitiu que não era fácil.

“Não tem sido fácil”, diz Williams sobre escrever a saída do personagem de Gibson, que só apareceu nos dois primeiros episódios da temporada atual. “Foi muito abrupto. Mas tentamos fazê-lo perfeitamente e seguir em frente. Vamos continuar avançando e continuaremos contando grandes histórias.”

hotchlastscene

Thomas Gibson e A.J. Cook, na última cena de Aaron Hotchner em Criminal Minds, episódio 12×02 “Sick Day”

Quanto à briga que finalmente resultou na saída de Gibson do show de sucesso, em agosto, Williams diz que decorreu de um desacordo profissional.

“Ele veio até mim com uma mudança em uma fala que ele queria”, disse Williams. “Eu senti que a mudança teria prejudicado a história, mas eu ofereci a ele [uma alternativa] correção. Ele não aceitou a correção e saiu.”

Pouco depois de uma segunda conversa acalorada entre ele e Gibson, o escritor – que estava em busca do showrunner para explicar a situação em questão – disse que Gibson o chutou na canela quando ele passou por ele.

“Ele veio até mim com uma mudança de fala que ele queria. Por causa desse episódio em particular, a mudança que ele queria prejudicaria a história “, disse Williams. “Eu lhe ofereci uma correção. Ele não aceitou a correção. Ele disse: ‘Conserte isso, então, eu ficarei feliz’ e depois saiu.”

13707378_223567591372976_1337989257_n

Adam Rodriguez, Virgil Williams, A.J. Cook & Larry Teng (diretor) – bastidores do episódio 12×02

No entanto, de acordo com Gibson, a situação se desenvolveu de forma um pouco diferente.

“Ele entrou na sala e começou a vir em minha direção”, disse anteriormente Gibson, de 54 anos. “Quando ele passou por mim, meu pé subiu e bateu na perna dele. Se eu não tivesse se movido, ele teria corrido e me encontrado. Trocamos algumas palavras mal escolhidas, pelas quais eu pedi desculpas no dia seguinte, e foi isso. Aquilo tinha acabado. Nós filmamos a cena, eu fui para casa – e eu nunca mais tive que voltar.”

Após o que, supostamente, teria sido uma suspensão de duas semanas, Gibson foi informado que ele havia sido “demitido” do show. Desde sua partida, o drama da CBS tem tido uma diminuição na audiência e foi lançada uma campanha no twitter usando a hashtag #NoHotchNoWatch , na tentativa de trazer seu personagem, o agente especial Aaron “Hotch” Hotchner, de volta ao show.

Williams – que admite que ele mesmo já foi suspenso do set por levantar sua voz – acredita que Gibson criou um “ambiente de trabalho hostil”, mas revela que, de fato, ele perderá seu personagem.

“[Os fãs] têm que assisti-lo, mas eu tenho que escrever sobre ele”, diz Williams.

Embora ele não preveja trabalhar com Gibson no futuro, Williams lhe deseja o melhor.

“Eu oro por ele”, diz ele. “Espero que ele esteja passando um tempo com sua família. Eu desejo o melhor para o cara.”

56th Monte Carlo TV Festival : Day Three

Criminal Minds writer opens up about altercation with Thomas Gibson

Virgil Williams, a writer for the CBS drama Criminal Minds who was recently involved in a physical altercation with actor Thomas Gibson, is encouraging high school teens to take a stand for what they believe in.

During a recent visit to Ghetto Film School Los Angeles, where he hosted an interactive workshop for students aspiring to work in the entertainment industry, the writer-producer spoke candidly about the importance of telling your story.

“There’s a certain cycle that needs to be broken,”tells Williams. “One of these kids came up and asked me, ‘I’m doing a full report on the diversity problem in Hollywood and how do you think you fix that?’ The first thing that came to my mind was ‘You guys. You guys are the way that we fix that. You guys are here right now. You’re fixing it right now because you’re spending time and you’re studying and you’re working on your craft and you’re trying to tell your stories. You have to be the change that you want to see.’ ”

After being asked by a student how difficult it is to write off a major character on a TV show, Williams immediately referred to Gibson’s departure — and admitted it was not easy.

“It hasn’t been smooth,” tells Williams about writing off Gibson’s character, who only appeared on the first two episodes of the current season. “It was very abrupt. But we tried to do it seamlessly and move on. We’re going to keep moving forward and we’re going to keep telling great stories.”

As for the altercation that ultimately resulted in Gibson’s departure from the hit show in August, Williams says it stemmed from a professional disagreement.

108633_0033b

“He came to me with a line change that he wanted,” Williams said. “I felt that change would have hurt the story, but I offered him [an alternative] fix. He didn’t accept the fix and walked off.”

Shortly after a second heated conversation between him and Gibson, the writer — who was in search of the showrunner to explain the situation at hand — said that Gibson kicked him in the shin as he walked by him.

“He came to me with a line change that he wanted. Because of this particular episode, the change that he wanted hurt the story,” Williams said. “I offered him a fix. He didn’t accept the fix. He said, ‘Fix it so I’m happy’ and then walked off.”

However, according to Gibson, the situation unfolded a little differently.

“He came into that room and started coming towards me,” Gibson, 54, previously told. “As he brushed past me, my foot came up and tapped him on the leg. If I hadn’t moved, he would have run into me. We had some choice words, for which I apologized the next day, and that was it. It was over. We shot the scene, I went home – and I never got to go back.”

After what was supposed to be a two-week suspension, Gibson was informed that he was “dismissed” from the show. Since his departure, the CBS drama has seen a decrease in ratings and a twitter campaign using the hashtag #NoHotchNoWatch  has been launched in attempt to get his character, special agent Aaron “Hotch” Hotchner, back on the show.

Williams — who admits he himself was once suspended from set for raising his voice — believes Gibson created a “hostile work environment,” but reveals he will, in fact, miss his character.

“[The fans] got to watch him, but I got to write him,” says Williams.

Though he doesn’t foresee working with Gibson in the future, Williams wishes him the best.

“I pray for him,” he says. “I hope that he’s getting time with his family. I hope the best for the guy.”

Tradução/Translated by: Dayana Alves Coelho

Fontes/Sources: People, Entertainment Weekly

Anúncios

9 respostas em “Escritor de Criminal Minds fala sobre a discussão com Thomas Gibson

    • Irreparável e inaceitável a saída de Thomas Gibson. Ele não é santo, ele errou, mas creio que algo poderia ter sido feito para reparar o dano, visto que ele mesmo pareceu disposto a pedir e pediu desculpas. Afinal, Criminal Minds não é , nem de longe, a mesma após a saída do seu personagem principal. Até tentei, mas não consegui mais assistir sem ele. Só assisti até o 12×06, na esperança que ele voltasse, e tenho ouvido péssimos comentários, tipo “Prentiss não sabe chefiar”, “A história de Reid na cadeia virou novela”, “Tem gente demais na equipe”, etc. A CBS finge não perceber que nem 10 personagens a mais preencherão o vazio deixado pelo Hotch ! Atualmente , vejo as chamadas no AXN e não tenho nenhuma vontade de assistir os novos episódios, mas revejo as reprises com Hotch. Se a CBS respeitasse seus fãs, pagaria o que fosse preciso e traria de volta a equipe perfeita: Hotch, Morgan, Rossi, Prentiss, JJ , Reid e Garcia, aí certamente a série duraria mais 10 anos, porque nenhuma outra formação foi tão amada pelos fãs. Pra mim Criminal Minds só existe até 12×02 e foi renovada pela CBS , para a 13ª apenas para não admitirem o erro.#NoHotchNoWatch#

      • A serie ficou H O R R Í V E L .
        Atores feios,escript ruim demais.
        H O R R Í V E L .
        Não assisto mais,nem compro os caríssimos dvds da série mais.
        Para mim,simplesmente A C A B O U !

  1. Na minha humilde opinião,a série vai ficar empobrecida demais.
    Era a minha série preferida.
    Para mim acabou.
    Foi como se eu levasse um soco bem forte no estômago.
    Chorei demais .
    Não precisava demití-lo,em respeito aos amantes da série.
    A cena de Thomas Gibson X C.Thomas Howell na luta final entre os dois ARRASOU!
    Ficará para sempre
    Foi muita falta de sensibilidade desse escritor.

    • Estamos no Nastal.
      Que tal o escritor(muito bom,por sinal),WIRGIL WILLANS descer do salto alto e perdoar THOMAS GIBSON?A série está muito ruim sem ele.
      Sugiro também DALLAS ROBERT na série,ok?

  2. Era a minha serie preferida. Não perco nem um dia. Vou assistir até que o Gibson esteja atuando.
    Sem ele não tem graça. Já perdemos o Derek Morgan, agora o Hotchner? Sem graça!

  3. Amo o agente Hotch,a série ficou faltando um pedaço sem ele. Ainda assisto todos os episódios que reprisam e não perco nem um dos inéditos,mas durante o capítulo todo fico esperando o momento em que ele vai entrar em cena e fazer a diferença como sempre fez. A série ficou com um buraco enorme e nenhum outro personagem vai preencher esse vazio.o Morgan deixou saudades,alguns q tiveram participações em algumas temporadas também,mas Hotch,esse é insubstituível. Espero q possam encontrar uma maneira de traze-lo de volta.

    • carla, estou com voce. sem o agente hotchner o CriminalMinds ficou sem graça. deixei de assistir os epsodi novos. nao tem graça. ja faz falta o Derek Morgan. agora sem o hotchner acabou

  4. Que horror. Diretor existe tantos problema no mundo mais sério pra vc s preocupar. Ta horrível sem ele. Perdeu o clamur do drama. Já não tem Morgan agora ele. Seja mais humilde meu querido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s