Shemar Moore fala sobre a despedida de Derek Morgan e seus planos para o futuro

[Aviso: A história a seguir contém spoilers sobre o episódio 11×18 “A Beautiful Disaster” de Criminal Minds. Portanto, leia por sua conta e risco.]

Esse som que você ouve são as “baby girls” chorando por todos os lugares.

Depois de 11 anos e (provavelmente) 103 portas quebradas e 214 abordagens diretas a unsubs, o Derek Morgan de Shemar Moore deixa Criminal Minds.

Dirigido pelo irmão mais novo de Moore, Matthew Gray Gubler, e escrito por sua baby girl Kirsten Vangsness e a showrunner Erica Messer, o episódio revela rapidamente o resultado do tiroteio da semana passada: esposa grávida de Morgan (Moore), Savannah (Rochelle Aytes), foi baleada, mas ela e seu bebê sobrevivem. E todos os membros da equipe se mobilizam para, mais uma vez, pegar o unsub – Chazz Montolo (Lance Henriksen), o pai do assassino de aluguel de Dirty Dozen, Giuseppe Montolo – morto na prisão. Hotch (Thomas Gibson) afasta Morgan do caso, porque é muito pessoal e ele não quer que a família de Morgan sofra o mesmo destino que ele, depois de seu tango com o “The Reaper” (RIP Haley). Obviamente, isso não se adequa a Morgan. Mas depois de receber algumas dicas de Reid (Gubler) e uma mensagem real de Montolo de JJ (AJ Cook), que não concorda com a decisão de Hotch, Morgan desobedece às ordens e vai para uma de suas casas restauradas, onde ele encontra Montolo, que (erroneamente) acredita que Morgan matou seu filho no início desta temporada (11×07 “Target Rich”).

Montolo detém Morgan sadicamente sob a mira de uma arma com apenas duas balas carregadas. “Se é assim que termina, estava destinado a ser assim”, ele conta à BAU por telefone, em lágrimas, enquanto Montolo dispara através das câmaras vazias. “Prometa que irá cuidar de Savannah e do meu bebê.” Mas ele ataca Montolo e se recusa a matá-lo desarmado, apesar das provocações. Após a BAU invadir o local e prender Montolo, Morgan volta para o hospital a tempo do nascimento de seu filho, Hank Spencer Morgan. “Hotch, eu entendo”, diz ele. “Eu nunca soube que 2,700 kg, poderia me nocautear.”

Considerando que Morgan faz um balanço dos altos (casamento, bebê) e baixos (oh, você sabe, ser sequestrado, torturado e queimado) dos últimos seis meses, e suas novas prioridades, todo mundo sabe o que está por vir, mesmo que ele nunca tenha dito explicitamente. “Eu não quero que você fique”, diz Reid. “Porque eu sei por que você está saindo e eu não poderia estar mais feliz por você.” E assim, depois de alguns momentos comoventes, “Este não é um adeus” ele se despede de todos, emocionado – “Você sempre será minha baby girl original”, ele diz para Garcia (Vangsness) – Morgan deixa para trás sua família BAU por sua nova família da vida real.

Moore fala sobre sua saída, porque este episódio é o seu momento de maior orgulho na série e muito mais.

rs_1024x759-160324090450-1024.shemar-moore-cbs.ch.032416

Foi essa a sua decisão? Foi mútua com a rede CBS e Erica (showrunner)?

Shemar Moore: Erica disse que estava tão cansada de olhar para mim. Ela estava cansada de meus atrasos pela manhã. Ela dizia: “Você tem se animar…” – não, eu estou brincando. [Risos]

Minha mãe me manda estes ótimos cartões. … Ela me deu este cartão e eu estou olhando para ele agora e diz: “Pule e a rede aparecerá.” Isso foi o que ela fez a sua vida toda. Ela pensou fora da caixa e ela nunca ficou na zona de conforto, porque ela queria continuar a crescer. Existem outras pessoas em minha vida que são assim também. Eu não quero ser comum. Eu não quero apenas seguir em frente. Eu quero ser ousado e eu quero ver do que eu sou capaz. Então, sim, foi minha decisão.

Eu trato a minha carreira como uma escola. The Young and the Restless: oito anos. [Essa foi] o Ensino Médio. Criminal Minds: faculdade. Agora estou pronto para me graduar, para um Ph.D., do que você quiser chamar. Eu estou pronto para crescer. Eu só quero dar um salto. E eu não sei onde irei aterrissar, mas eu acredito que vou aterrissar. … Eu não estou saindo para ser uma grande estrela. Eu não estou saindo para ir ganhar um monte de dinheiro. …Eu estou saindo somente porque quero ser alimentado criativamente e estou animado para experimentar coisas novas e ver do que mais eu sou capaz. Mas eu sempre irei olhar para trás e saudar. Eles não me mataram em The Young and the Restless e eu voltei para dizer “Olá” e agradecer aos fãs. Erica Messer se recusou a matar Derek Morgan. As portas do elevador se fecharam. Eu vou assinar um contrato de longo prazo? Provavelmente não. Mas se eles me pedirem para voltar para dançar, sim, eu estaria disposto a fazer isso. [Mas] não imediatamente.

shemar-moore-85

Shemar e seus bulldogs, Moe and Shug.

Onze anos na faculdade é muito tempo.

Moore: [Risos] É! …Eu queria ver o próximo capítulo da minha carreira de ator e também ter um pouco de equilíbrio para que eu pudesse buscar outros caminhos em minha vida. Eu quero me casar, eu quero ter filhos, eu quero viajar. O que é engraçado é que no último mês – os cães não podem falar, mas eu juro por Deus, meus cães olham para mim e dizem: “Por que está nos levando tanto para passear?” “Porque eu não tenho merda nenhuma para fazer! Papai não tem um emprego! Então vamos dar uma caminhada!” Tem sido um sentimento estranho e agridoce porque é o que eu conheço há muito tempo. Eu só estou aproveitando o tempo para inspirar, expirar, apreciar a vista. …Eu vou passar o próximo mês apenas dizendo: “Obrigado, obrigado, obrigado”, porque eu estou realmente orgulhoso disso e do que fizemos juntos.

Você tocou no ponto sobre o que o levou a tomar a decisão, encontrar o equilíbrio e querendo ver o que mais está lá fora para você em sua carreira. Mas o que foi especificamente que mostrou que agora era o momento? O que falou mais alto que fez com que você percebesse que esta era a hora de tomar a decisão?

Moore: Eu posso responder a isso de duas maneiras. Não havia um plano até o início da 11ª temporada. Há uns dois anos houve esse sentimento. E eu tive a mesma sensação quando eu estava em The Young and the Restless. Eu estava falando com a [showrunner] Erica Messer e alguns dos executivos e produtores para que eles soubessem que eu estava apenas começando a sentir essa coceira. Eu já tinha visto outros atores do negócio que já tinham obtido essas oportunidades que eu adoraria ter. Pelo que eu estou lutando em minha vida, e mais especificamente na minha carreira, é por esta chance. Estou muito feliz com o que eu tenho feito, mas eu quero dar outro passo. Eu sou com fome. Eu quero ver o que mais eu posso fazer.

CeVXoWBUIAA6IFP

Quanto de esforço você fez em planejar o arco de Morgan nesta temporada, que começou com o Dirty Dozen e construiu esta trilogia de episódios dedicados a ele?

Moore: Erica, Breen [Frazier] e o resto da equipe de roteiristas vieram a mim com idéias para o final da 10ª temporada e através do hiatus.

Então, uma vez que os produtores, Erica Messer especialmente, sabiam, ela disse: “Se você honra a série, se você honra os fãs, podemos honrar o show, podemos honrar os fãs.” Ela afirmou: “Eu prometo que vou lhe dar o adeus de um herói.” E eu não queria deixar apenas abruptamente o show porque isso não era justo. Não era justo para mim, não era justo para Derek Morgan, não era justo para os fãs. Não era justo com meu elenco, não era justo com a equipe de produção. Obviamente teve a política de negociar o que iria ser transformado em 18 episódios. Mas o que Erica disse foi: “Você volta para a 11ª temporada e nos permita não apenas honrá-lo, Shemar Moore, mas o mais importante, o personagem Derek Morgan, a equipe – as 368 pessoas que fazem esse programa funcionar – e mais importante, a base de fãs que tem nos apoiado para que possamos fazer o que fazemos. Vamos dar a Derek Morgan uma despedida apropriada”. Tivemos a festa de encerramento e eu a abracei bem apertado. E eu olhei para ela e disse: “Você manteve sua promessa.”

Eu fiz 251 episódios. Estou orgulhoso de muitos deles. Mas no episódio 16 [nesta temporada], Danny Glover interpretou meu pai, que é um sonho tornado realidade, e 11 anos de Derek Morgan foram abordados nesse episódio. E este episódio 18 era sobre nós. Ninguém morre. É uma grande história, e é sobre a união da equipe e seu vínculo. E tudo o que você aprendeu sobre Derek Morgan culmina… Você já ouviu todas as expressões: “deixou tudo em campo”, “deixou cair o microfone”. Quando as portas do elevador se fecham, Derek Morgan está deixando o microfone cair.

13179112_1179916838719729_3825540410210936774_n

Shemar Moore e Danny Glover nos bastidores do episódio 11×16 “Derek”

Mesmo que o show, por sua natureza, seja horrível, quando se trata da equipe, vocês nunca mataram ninguém, exceto Strauss (Jayne Atkinson), que não era regular, e Gideon (Mandy Patinkin), que estava fora da tela há sete anos, depois que ele deixou a série. Quando um de vocês vai embora, o personagem somente deixa o trabalho, o que é realista. As pessoas seguem em frente na vida real.

Moore: Certo. E eu provavelmente não deveria dizer isso. Aprecio e respeito e aprendi muito com Mandy Patinkin. Mandy Patinkin é um homem talentoso, talentoso e excêntrico. Algumas das pessoas mais loucas do nosso meio são as pessoas mais interessantes de se assistir. Ele foi para a série Homeland e deu seu próximo passo. Ele levou muitos, muitos passos. [Criminal Minds] matou seu personagem, seja por qualquer motivo. Espero ter a minha Homeland um dia e eles ainda não terem matado Derek Morgan. [Risos]

Eu espero que você consiga sua Homeland e eu realmente não acho que eles vão matar Morgan. Eu acho que eles lhe deram a conclusão que haviam prometido, com seu pai e a evolução do seu personagem e da amizade de Reid. Reid dando conselhos a Morgan na conversa sobre a vida no episódio anterior, 11×17 “The Sandman”, quando ele estava desapontado.

Moore: Tudo que você está falando – as relações com Reid e Baby Girl Garcia e Hotch e JJ e todos – todas essas coisas estavam neste episódio. Eu não sei como eles fizeram isso, porque [o primeiro corte] foi de 17 minutos, pois estava muito longo e eles tiveram que cortar coisas. E eu odiei isso! Eu estava meio que: “Mas este diálogo, mas isso!” “Não. Temos que ir para o anúncio da Honda!” [Risos] Mas eu adorei que o último terço do episódio foi tudo sobre a equipe e relacionamentos, não necessariamente nas palavras, mas somos nós. Você sente o amor. De alguma forma, Erica e Kirsten completaram tudo isso em 43 minutos. Eu acho que compete com – Eu não estou dizendo que é o melhor – mas apenas como as pessoas se lembram do Episódio 100, eu acho que eles vão se lembrar do 251. Não por causa de minha partida, mas por causa da equipe e do componente emocional.

CbdaUtrVAAAk_aL

O diretor do episódio 11×18 Matthew Gray Gubler, as escritoras Erica Messer e Kirsten Vangsness e o ator convidado Lance Henriksen.

Foi deliberado que Thomas, Joe [Mantegna] e Matthew dirigiriam estes últimos três episódios, e Erica e Kirsten co-escreveriam o seu último episódio? Isso não poderia ter sido um acidente feliz.

Moore: Eu acho que sim. Lembro-me de ter uma reunião e Erica dizendo: “Temos um plano.” Foi definido da parte de Erica. Não foi ideia minha. O que é bonito é que eu não acho que esse show ia ter uma chance no inferno quando filmamos o piloto. Eu estava doente como um cão, com o pior resfriado da minha vida, em Vancouver, durante quatro semanas e meia. Estava chovendo todos os dias, exceto durante três dias. Eu estava dizendo a minha representação, no momento, “Tire-me daqui! Essa série não tem nenhuma chance!” Ele foi escolhida. Começamos a fazer o nosso trabalho. Na 2ª temporada, temos a nossa própria identidade. O show ficou mais forte. A equipe começou a evoluir. Mandy cumpriu o seu tempo e saiu. Joe entrou e trouxe essa energia. Hotch se tornou Hotch e Morgan colocou os jeans e botas de combate. De repente, “baby girl” nasceu e “trovão de chocolate” nasceu. E eu cresci como pessoa, como um homem, como um ator tremendamente. … Eu comecei a produzir em outras áreas do negócio. E Matthew, foi para a NYU para dirigir, começou a dirigir. Ele nunca imaginava atuar. Só aconteceu de ele ter charme ou um amuleto da sorte no seu bolso ou algo assim. Ele teve apenas duas audições em sua vida! [Risos]

MAS_criminal_minds_s01-ingested

Elenco da 1ª temporada de Criminal Minds.

Eu sei – Wes Anderson e este, e ele conseguiu os dois!

Moore: Sim, ele tinha o filme A Vida Marinha com Steve Zissou. Então ele queria conhecer o [produtor] Mark Gordon sobre a direção. Eles disseram: “Apenas um teste para essa coisa chamada Quantico, porque, então, você pode obter acesso ao escritório e você pode ir na outra sala e conhecer Mark Gordon.” E ele foi para a sala e leu e conseguiu o trabalho! …Agora, 11 anos depois, ele é rico pra caramba, bonito, popular como o inferno e um grande ator. Sempre imitado, nunca duplicado! Se eles me dessem o que Matthew tinha a fazer, eu teria saído ou sido demitido há muito tempo. [Risos]

Mas meu ponto é, todos nós evoluímos. Matthew começou a dirigir, e inspirou Joe e Thomas. E que inspirou Kirsten a escrever. O que é tão legal é que minha baby girl co-escreveu o meu episódio final. Foi bonito de ver Thomas dirigir Danny Glover no 249. Em seguida, Joe Mantegna, que é apenas O homem, recebe o 250. E, em seguida, Matthew Gray “Sortudo Charmoso” Gubler da NYU, começa a dirigir o 251 – Estou dirigido por meu irmão mais novo – e Erica Messer, que começou na equipe de roteiristas e que evoluiu e se tornou a showrunner, dá-me o melhor abraço que alguém poderia me dar com o 251. Eu estou disposto a apostar que Criminal Minds vai chegar ao Episódio 300, e Joe, Thomas e Matthew vão todos co-dirigi-lo, e Erica e Kirsten irão escrevê-lo.

Talvez eles vão pedir-lhe para voltar. Paget [Brewster] voltou para o 200.

Moore: Neste negócio é tudo sobre política, então eu não estou prometendo nada. Mas do ponto de vista criativo, do ponto de vista da paixão, se me perguntam de forma intermitente para voltar, como eles fizeram no The Young and the Restless, de coração, a resposta é sim, sim, sim, sim. Mas eu não sei onde eu vou estar na minha carreira e minha vida quando essa hora chegar. Mas é possível? Sim, é possível.

Tenho visto o show desde o início e Derek, definitivamente, cresceu e mudou ao longo dos anos. Na 1ª Temporada ele era ansioso para agradar e, então, ele se tornou o herói de ação e o homem das mulheres, mas ele nunca saiu de uma nota só.

Moore: Posso interromper bem rápido? Na televisão, eu fui a pessoa mais desfavorecida sexualmente. [Risos] Em The Young and the Restless, eu iria roubar a mulher do meu irmão e ela iria morrer ou me deixar. E agora você diz que Derek era um homem das mulheres. Derek Morgan não estava fazendo nada!

morgan_wedding_hero_01_copy

Derek Morgan e Savannah Hayes em foto conceitual do episódio 11×17 “The Sandman”.

Ele era visto como sozinho. Ele foi o cara solteiro. Mas, sim, nós dificilmente o vimos em encontros ou com uma namorada, até que surgiu Savannah.

Moore: Sim! Garcia tinha uns cinco namorados! Eu estou apenas brincando, mas é maravilhoso trazê-lo até o fim. Sim, isso aconteceu meio rapidamente, mas Derek não apenas se casou. Desculpe-me por falar na terceira pessoa, mas não é apenas a saída de Shemar Moore. A razão de Derek estar saindo – depois que as pessoas chorarem e gritarem com a TV, porque não gostam de mudanças, espero que venham a perceber isso – é para o seu filho nascer, para sua esposa, para uma parte da sua vida que sempre lhe escapava. É o progresso dele… O que eu estou tão orgulhoso de dizer é que, neste episódio, existem coisas que você nunca imaginou ou pensou que Derek era capaz de fazer. Você ainda está aprendendo sobre ele. Ele foi ótimo para mim como ator e foi um grande dom de Erica e a equipe de roteiristas. Eu assisti ao Episódio 16, provavelmente, cerca de 20 vezes… Eu assisti ao Episódio 18 exatamente 41 vezes. Não é porque eu sou vaidoso e eu quero ver o quão grande eu sou como um ator. É a minha última dança e é tão bem feito.

Meu momento favorito de Morgan é quando ele e Reid ficam presos no elevador e reclamam para Hotch. Qual é o seu momento ou episódio favorito?

Moore: A coisa do elevador é muito boa. Minha memória favorita do show que não está na tela é quando eles me trouxeram para trabalhar às 6:30 da manhã. Eu não sou de forma alguma uma pessoa matinal. Eu tenho o meu boné de baseball e meus óculos de sol, e não sendo chato, mas não fale comigo até que eu terminar meu café Starbucks. Eles me encaminharam para o ensaio. Eu ando em torno deste arbusto no Griffith Park. Eu estou olhando para baixo, porque essa é a maneira que eu ando quando estou cansado. Eu paro e olho para cima e seis pés na minha frente está um urso, urrando “raaawwwwrrrrr!” Eu quase borrei as minhas calças. Eles me pregaram uma peça! Eles alugaram um urso pardo para me zoar!

https://www.youtube.com/watch?v=R5w_atciyWw
Esta é a sua recordação.

Moore: Sim, e foi na minha cara comer marshmallows. Isso é o que ele comia. O treinador tinha uma corrente e eu pensava, “Essa corrente não vai ferrar tudo…” Eu estava tão assustado. Toda a equipe estava morrendo. Eles me pegaram com morcegos e ratos. Eu sou um “otário”! Essas são as minhas memórias – a camaradagem. Nós realmente somos uma família. Mas, quanto a episódios, sim, eu e Reid no elevador, me saindo do chuveiro da baby girl com uma toalha arco-íris. Pequenas coisas como essa. Quanto a episódios tanto quanto pungentes… 2ª Temporada de “Profiler, Profiled,” que completou um círculo na 8ª temporada em ” Restoration”. Houve um no qual, não que eu tinha todas as falas, mas Derek teve que estar no comando. É chamado de “25 to Life” foi [na 6ª Temporada]. Fiquei orgulhoso dessa oportunidade. E eu não estou dizendo isso só por causa do timing, mas Danny Glover interpretar o seu pai? Isso é para o resto da minha vida. Não é brincadeira… E, honestamente, por causa do que ele representa para nós, como uma equipe, levou 11 anos, mas este episódio é o meu momento de maior orgulho de Criminal Minds. Estou orgulhoso de como as coisas terminaram para Derek Morgan.

12627851_239155096416537_1468981310_n

Você tem um apelido favorito, exceto “baby girl”, com que você chamou Garcia?

Moore: Sim, mas eu não posso dizer na TV! Eu queria chamá-la de “sugar t–s” (em tradução livre equivale a “tetas de açúcar”). Então Paget comentou, “Bem, você pode me chamar de “sugar t—s”. Porque eu tenho belos peitos”. Então, no set, ela era como, “Shemar, você só pode dizer ‘baby girl’ na TV, mas nós sabemos que você tem que tirar isso do seu peito, por isso, em todo o set, você pode me chamar de “sugar t—s.” Então eu chamava a Paget assim.” [risos]

Mas eu disse apelidos bobos durante toda a minha. Isso começou na 1ª ou 2ª Temporada quando eu tinha uma cena com Kirsten no telefone… e eu estava em um humor pateta e disse: “Ei, baby girl, verifique isso. Eu preciso que você faça sua mágica. Estamos à procura de um homem branco em uma minivan. Idade 31 a 35. Faça aquilo que você faz. Conte pra mim. Mostre-me algo de bom. ” Eu só estava brincando enquanto esperando o toque do supervisor de roteiro para ir, “OK, Shemar, isso foi bom, mas podemos ficar com o script?” Eles não disseram nada e ele fez o episódio. Naquela época, não havia mídias sociais como hoje. Apenas blogs e outras coisas começavam a chegar e comentar – “Isso foi bonito.” Kirsten começou a voltar com “trovão de chocolate”, “açúcar mascavo.” Em seguida, após alguns episódios, eu fui para a mesa de leitura e “baby girl” estava no script. E “trovão de chocolate” estava no script. Eles nem sempre escreviam da maneira certa, então eu e a Kirsten fazíamos do nosso jeito, mas o fato de que eles estavam incluindo isso que mostra como é esse relacionamento, além de perseguir os bandidos, veio a ser. E então você tem “Pretty Boy” [para Reid].

12814281_985779211543637_2541961352096928912_n

E o “Kid”.

Moore: Sim. Ele é meu irmão mais novo. E eu sou o “baby boy.” Eu não sei de onde eu tirei isso. Eu estou realmente feliz que eu não sou considerado o “pretty boy”. [Risos] Eu quero dizer, esse cara e seu cabelo comprido. Ele seria uma mulher bonita. Eu iria mexer com ele. Em uma das cenas, eu meio que brincava, “Ei, garoto bonito, vamos lá, vamos para a cena do crime.” E isso pegou. Isso foi apenasuma brincadeira. Essa é uma coisa que eu realmente vou sentir falta.

O que está por vir para você, além de caminhar com seus cães?

Moore: Meus cães são tão ocupados! Eu tenho um filme [The Bounce Back] que eu produzi e idealizei e co-estrelei em que vai ser lançado. Eu só estou vestindo meu chapéu de produtor. Produzir é a atenção aos detalhes e eu estou gostando disso. Eu tenho alguns projetos, sejam para TV a cabo ou longas-metragens. Eu não vou sentar e esperar Spielberg me ligar ou coisa assim – embora isso seria legal – mas, entretanto, eu tenho algumas ideias. Alguns deles são para mim na frente da câmera e alguns não têm nada a ver comigo, eu apenas quero produzir e lançar. Mas eu quero um segundo para respirar. Quero viajar um pouco. Eu quero sair com minha família. Num futuro muito próximo, você vai ouvir o próximo capítulo.

Mas agora, estou dizendo adeus a Derek – não para sempre – e lançando o meu filme e mostrando um lado diferente de mim. Eu não estou desaparecendo. Sou grato a todos os fãs, todos as baby girls. Nós realmente não estaríamos aqui sem eles. Esperemos que eles me sigam onde eu vá. Vocês vão me ver em mídias sociais e tudo o mais. Vocês não vão se livrar de mim tão facilmente!

Tradução e edição: Dayana Alves Coelho

Fontes: TV Guide e E! Online

 

 

Anúncios

4 respostas em “Shemar Moore fala sobre a despedida de Derek Morgan e seus planos para o futuro

  1. me viciei nessa série, vai ser uma barra ficar sem Derik morgan. ja vi todos os episódios antigos umas 4 vezes, e toda vez que passa vejo novamente, amoooooo

  2. Não quero que me interpretem mal mas sherman Moore e uma peça essenciall desse quebra cabeça sem ele na serie criminal Minds não haverá o auge de audiência que supere os anteriores na sua estadia na serie.saudades do Derik Morgan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s