Chefe de Criminal Minds fala sobre o final matador e planos para a 12ª temporada

[AVISO: A matéria a seguir contém spoilers sobre o final da temporada de quarta-feira em Criminal Minds. Leia sob seu próprio risco.]

A BAU tem um caso de déjà vu da pior maneira possível.

Depois de Hotch (Thomas Gibson) ser abatido por supostamente tramar um ataque no final da 11ª temporada de Criminal Minds, na última quarta-feira, a trilha leva ao filho de Antonia Slade (Frances Fisher), Asher (Patrick Bristow) e Mr. Scratch, Peter Lewis (Bodhi Elfman), que testemunhou contra Hotch, visando incriminá-lo. Mas o verdadeiro cérebro é Eric Rawdon (Jonathan Camp), um anarquista preso, de quem Hotch apresentou o perfil no tribunal e que tem tentado desesperadamente explodir cidades por anos. Ele engendrou uma fuga da prisão, que colocou Lewis (Aisha Tyler) face a face com Ennis (David L. M. McIntyre) novamente, mas a BAU frusta o plano, assim como a tentativa de atentado dos seguidores de Rawdon.

Mas quando parece que está tudo acabado, o jantar no quintal de Rossi (Joe Mantegna) é interrompido: houve mais três rebeliões por parceiros da Rawdon, em três outros estados. As ameaças de bomba foram evitadas, mas 13 assassinos em série, incluindo Peter Lewis, estão à solta. “Temos que pegá-lo de novo”, Hotch diz, “juntamente com 12 outros assassinos”.

thestorm

Sim, isso vai ser a sua 12ª temporada. Re-capturar unsubs pode soar redundante, mas não é mais redundante do que pegar um novo unsub a cada semana em 42 minutos. Enquanto Criminal Minds fez arcos longos ou até mesmo de temporada antes, esta será a primeira vez que o show terá uma abordagem serializada – uma refrescante mudança de ritmo para uma máquina muito bem lubrificada, que também nos permitiria entrar em seu profundo banco de antigos vilões assustadores.

“Foi algo que Breen [Frazier] e eu ficamos realmente animados”, disse a showrunner e produtora-executiva Erica Messer, que coescreveu o episódio com Frazier. “Obviamente qualquer momento em que um dos nossos membros da equipe está com problemas, é sempre divertido e dramático… mas esta foi uma maneira diferente de fazê-lo com muitas apostas diferentes, e define algo novo e excitante que nunca vimos antes para o próximo ano “.

Então, como será a próxima temporada? Quem mais está na dúzia de unsubs? Quando Morgan (Shemar Moore) será substituído? E quando é que vamos oficialmente ouvir falar da renovação da 12ª temporada? Messer responde as nossas perguntas quentes abaixo.

TV GUIDE: Eu meio que vi as múltiplas ameaças de bombas chegando, mas não a virada dos assassinos em série, o que poderia dar-lhe algum terreno fértil para trabalhar. Quando você começou a conceber a ideia de ter unsubs escapando?
ERICA MESSER: Nos divertimos tanto com Tara Lewis este ano e a ideia de que ela faz algo que não conseguimos mostrar com muita frequência…entrevistar assassinos depois que nós os pegamos. Então, quando nos conhecemos Ennis no episódio 5, nós amamos tanto aquele cara e amamos aquele mundo no qual ela se perdeu – até perdeu seu relacionamento por esse tipo de coisa. Nós estávamos pensando: existe uma outra maneira de explorar isso? Dado tudo o que aconteceu com Shemar este ano, não seria justo se tivéssemos apertado tudo neste ano da série, tendo em conta tudo o que tínhamos que fazer. Nós pensamos que terminar a temporada com esta fuga da prisão, não seria legal para a equipe ter uma vitória – mas desde que a equipe não poderia estar em toda parte ao mesmo tempo – vimos que isso aconteceu em outro lugar? Então, realmente concebemos que estávamos formando o final mais do que qualquer coisa. Era o nosso interesse durante todo o ano, esta ideia de prisão. Mas nós não concebemos o gancho da 12ª temporada até estarmos na sala fazendo o final.

Criminal.Minds.S11E22.720p.HDTV.x264-AVS.mkv_snapshot_41.31_[2016.05.07_01.09.30]

TVG: Você quis fazer um gancho de propósito? Você não faz um desde a 5ª temporada, o que é mais do que a metade da série.
EM: Eu sei! Sentimos que estava na hora. Eu adoro aquelas cenas no quintal, como você sabe. Eu amo aquilo. Foi algo que nós falamos na 7ª temporada, quando fizemos a primeira cena do quintal com o casamento de Will (Josh Stewart) e JJ (A.J. Cook) e a saída de Paget [Brewster]. Por um minuto, falamos sobre fazer um gancho, então, no sentido tradicional, tivemos uma linda celebração e depois estamos indo para casa e alguém sofre um acidente. e pensamos, NÃO! Vamos terminar com a equipe sorrindo, sabendo que é a última dança com Prentiss… Este ano, sentimos que precisávamos de outra cena de quintal para nos reunir novamente, mas vamos fazer algo que conversamos alguns anos atrás, mas com o gancho de um jeito que não teremos um membro da equipe em perigo, mas a equipe inteira pensando, “oh, meu Deus! Isso só está começando”. Depois de 11 anos lutando contra os vilões de alguma forma, temos que começar de novo. Agora temos 13 deles por aí e um deles é Mr. Scratch, que sabemos que é um cara assustador. Foi uma plataforma de lançamento divertida para mergulharmos na 12ª temporada.

TVG: O quanto você planejou isso? Como está a 12ª temporada agora?
EM: É engraçado – Breen e eu estávamos trabalhando nisso ontem. Todos os roteiristas estão em hiatus até junho, mas nós queríamos dar uma arrancada naquilo que pensamos  que será a forma da temporada. Vai ser mesmo um ano divertido e diferente. Acho que, criativamente, estamos muito animados. Sinto que com a nossa incrível base de fãs que assiste toda semana, podemos sair com um enredo um pouco mais serializado do que quando começamos a série. Estamos animados em pegar todos aqueles caras de novo. Alguns serão conhecidos, como Mr. Scratch, e outros talvez serão caras que alguns da equipe não pegaram antes. Isso permite uma licença criativa para nós. E, claro, terá o caso da semana que pode ou não estar em paralelo com pegar um cara que escapou. Sinto que, indo para a 12ª temporada, teremos mais oportunidades para histórias que nunca tivemos em muito tempo.

Chn1qA_VEAAMF2j

Bodhi Elfman como Peter Lewis, o Mr. Scratch, no episódio final da 11ª temporada, “The Storm”.

TVG: Você já escolheu os outros 12 unsubs?
EM: Temos tantos para escolher. Muito tem a ver com disponibilidade. No momento, nenhum agente de ator se comprometerá em estar disponível para nós. Sabemos que queremos Mr. Scratch para ser parte da 12ª temporada de alguma forma, ou pelo menos a ideia de que Mr. Scratch está por aí. Tudo o mais será a diversão de trazer os roteiristas juntos e dizer, “se pudéssemos trazer alguém dos últimos 11 anos, quem você gostaria que fosse?”

TVG: Todos podem escolher uma pessoa.
EM: Exatamente! Todos terão uma resposta diferente, o que será maravilhoso. E começaremos dali. Acho que será uma jornada divertida para nossos fãs poderem voltar no tempo conosco e dizer, “oh, meu Deus! Lembra o que esse cara fazia? ” e “como eles mudaram agora que ficaram na prisão por um tempo?”. Ou nós poderíamos dizer, “Aqui está um unsub que capturamos em 2004, antes da série começar, e criar um cara novinho em folha”. A oportunidade é excitante.

TVG: Você já revisitou unsubs antes, como o The Fox, com ótimo resultado. Você antevê focar em cada um ou apenas alguns?
EM: [O retorno de] The Fox foi um ótimo episódio. Aquele foi o [episódio] 99 (precisamente o episódio 05×08 – “Outfoxed”) indo para o 100, mas ele ainda estava na prisão. Isso será uma estrada diferente para nós. Podem não ser os maiores 12 unsubs de todos os tempos. Não sabemos se vamos dedicar um episódio para cada um que escapou. Costumamos começar nossas estreias com o verão terminado,então eu gostaria de acreditar que se fizermos isso, a equipe já teria pego alguns deles. Parece um grande desafio para a equipe. Como [os unsubs] se adaptaram à prisão e como isso se relaciona com a sobrevivência do lado de fora? Eles podem ficar quietos por um tempo, mas eventualmente eles vão suprir seus impulsos… Acho que alguém que escapou no final da 11ª temporada, nós iríamos capturá-los no final da 12ª. Isso é uma aposta segura. Não será como não capturar ninguém a temporada inteira. Seria como escolher uma Nêmesis para se focar.

TVG: A motivação de Rawdon mudou agora? Ele quer explodir cidades, mas ele foi frustrado tantas vezes, então, ele claramente não é muito bom nisso. Mas ele tem capangas lá fora. Ele liberou todos aqueles assassinos em série, então como isso vai com ou contra o plano dele?
EM: Isso tudo será parte da diversão, vamos mergulhar em junho com o resto dos escritores. Ele terá discípulos por aí que vão querer seguir com seu plano. Mas em última análise, ele foi parado e todos aqueles caras maus no helicóptero foram parados. Essa ideologia sem um líder deve estar morta, ou podemos descobrir que ele era o discípulo de outra pessoa. Temos alguns caminhos que podemos tomar com isso.

CMS11 - 1121. Devil's Backbone - Promo 7

Frances Fisher em foto promocional do episódio 11×21 “Devil’s Backbone”

TVG: Gostei do enredo com Antonia e Asher, e em última análise, ajudar a equipe de algum jeito. Será que vamos ver mais deles?
EM: Eu amo demais Frances. Ela é ótima. É algo que estamos conversando – ela escapou? Quão incrível isso seria? Ou ela é alguém que vamos voltar e revisitar na prisão novamente? Não sei ainda. Mas pensei que ela teve uma harmonia tão grande com todos na equipe. Foi tão legal de ver.

TVG: Ela disse a eles algumas verdades frias e difíceis duas semanas atrás. Acho que o mais interessante foi quando ela disse a JJ que ela quer secretamente ser a líder. Foi como se ela estivesse apenas mexendo com ela, mas a intenção era de dar uma leitura apropriada da JJ?
EM: Não acho que JJ nem por um segundo está dizendo: “Eu sou tão inteligente como Hotch. Eu deveria ser a líder”. Não acho nem que passa pela cabeça dela. Acho que ela é confiante e inteligente e é uma líder de várias formas, mas não acho nem por um segundo que ela já pensou o que Antonia disse sobre ela. Mesmo no final, Antonia diz: “Eu sei quem você é. Você fez um juramento e você não vai quebrá-lo. Você não vai deixar meu filho morrer”. E JJ diz: “Bem, isso foi antes do seu filho ter armas apontadas na mesma sala que o meu filho”. É esse tipo de comportamento humano que estudamos nos unsubs. O que eles mudaram que os derrubou ou fez sucumbir? Acho que foi ótimo JJ ser capaz de dizer, “ações de seu filho mudaram a minha visão das coisas hoje e talvez eu deixaria algo de ruim acontecer com ele agora”, enquanto ontem, Antonia está certa, JJ não deixaria nada acontecer com ele. Acho que era uma verdade muito legal que normalmente não exploramos.

cm22

TVG: O tema pais-filhos culminou com Hotch e Jack (Cade Owens). Jack o rejeitou no final, o que foi triste, mas verdadeiro, e uma boa justaposição com a reação de Henry ao ver JJ. Qual será a relação deles agora?
EM: Nós conversamos sobre isso durante um tempo. Há muito no que Hotch diz a JJ no quintal. Jack não se lembra de muitas coisas de quando Haley morreu, o que é uma bênção, mas ele nunca vai esquecer alguém arrebentar a porta da frente e apontar uma arma para o seu pai. O que Thomas e eu estávamos falando foi quando Hotch entra no escritório, tudo que ele quer é um abraço de Jack. Thomas e eu temos filhos de 12 anos agora, e é diferente. Você não pode simplesmente pegá-los como quando eles tem 5 e dizer-lhes que vai ficar tudo bem. Não que seja difícil, mas não é assim tão fácil dar-lhes um abraço. Jack agora tem uma visão diferente sobre o trabalho do pai. Um abraço não vai fazer melhorar. Parece que haverá oportunidades para Hotch explorar o que é criar um pré-adolescente nesta linha de trabalho. Não sei quantas vezes Owens poderá voltar, mas sei que é uma linha pela qual queremos passar durante o ano. Mr. Scratch atacou Hotch na última vez. Agora ele atacou seu caráter. Isso vai ser uma preocupação subjacente para ele: será que isso vai ser outro Reaper para mim? Como posso proteger meu filho e fazer meu trabalho como pai e como agente do FBI? Isso irá trazer algumas complicações para ele, como deveria.
O que Breen e eu gostamos nisso, e Thomas também, é que vimos Jack lidar com as coisas como Hotch faria. Muito estoicamente. “Sabe, você está me perguntando se eu estou bem. Eu vou te dizer que eu estou bem, mas nós não vamos falar disso agora”. Acho que Hotch reconhece um pouco, “esse sou eu nele e não sei se isso é uma coisa boa”.

TVG: Hotch foi especificamente perseguido. Mais alguém será?
Messer: Não é bem assim. Tudo está em aberto agora, mas esse tipo de coisa parece digno de uma estreia ou final. Hotch sendo golpeado, por exemplo, e suas próprias palavras sendo usadas contra ele – não vamos por esse caminho novamente. Com Morgan em tal perigo físico este ano mais de uma vez, parece que cobrimos essas bases, bem como, na medida em que os membros da equipe estejam em perigo. Há ainda outros grandes planos para 12ª temporada, que será muito interessante para os nossos heróis – os desafios de trabalhar por 12 anos e as coisas que acontecem na vida que levam você para caminhos que você nunca pensou que iria.

sherylleee1122

TVG: Sobre notícias mais felizes, Rossi e Hayden (Sheryl Lee Ralph) estão juntos novamente. A segunda vez que é o encanto?
EM: Espero que sim. Acho que é tão bom para Rossi realmente ter essa família, não apenas sua família do trabalho. Nós não mostramos sua reputação de Casanova e parece que ele não quer que ela vá. Sempre senti que ela era a única que fugiu e sinto como se eles estivessem em um lugar onde podem falar sobre por que isso aconteceu. O exemplo dela é “É o trabalho e isso nunca vai mudar”, e ele diz: “Mas eu mudei”. Eu acredito nisso. Acredito que todo mundo muda, certamente, anos depois de fazer o mesmo trabalho. Todos nos adaptamos e todos encontramos nosso caminho e nossas prioridades. Rossi tem crescido muito desde que ele e Hayden ficaram juntos pela primeira vez. E eles têm um neto e um tipo de chance de serem figuras paternas, não apenas para Joy e seu marido, mas para esse menino que agora conhece os dois.

TVG: Reid (Matthew Gray Gubler) mencionou Diana novamente. Finalmente você vai conseguir trazer Jane Lynch de volta? Ela não tem um show na próxima temporada.
EM: Oh, meu Deus! Acho que as estrelas estão se alinhando! Podemos realmente trazê-la. Dedos cruzados! [Reid e Diana] sairão de férias juntos, então ela está claramente melhorando, por isso seria mesmo ótimo vê-la. Thomas a viu em um voo há algumas semanas e me mandou uma mensagem: “Ela está no meu voo agora!”. Eu fiquei tipo, “diga a ela que precisamos dela no próximo ano!” [Risos] Ele disse que fez isso. Esperançosamente podemos fazer isso acontecer. Gostaria muito, muito mais do que qualquer coisa, se pudéssemos trazê-la este ano. Há tantas histórias que poderíamos contar com Jane. Realmente estou esperançosa.

CeaIdtjWEAE-RlM

Shemar Moore como Derek Morgan no episódio “A Beautiful Disaster” (11×18), que marcou sua saída da série.

TVG: Alguma atualização sobre a substituição do Morgan?
EM: Provavelmente teremos discussões em junho sobre o que fazer. Não queremos um elenco menor. Queremos ter pessoas no campo. Dado que temos de sair e pegar os unsubs da semana e esses assassinos em série que escaparam, parece que não podemos ter um agente a menos este ano. Temos que estar a todo vapor. Só não sei quem é ou o que poderia ser ainda.

TVG: Você quer que seja um membro regular do elenco ou um papel recorrente, como Lewis?
EM: Não sei ainda. Amo muito Aisha. Certamente espero que ela volte. Qualquer decisão sobre o elenco é realmente uma grande decisão com um monte de gente no telefone. Acho que quando o estúdio, a emissora e os criativos pesarem, provavelmente vamos querer alguém o tempo todo. Diria que tivemos Aisha por 18 episódios este ano, Shemar em 18 episódios, Matthew estava em 19. Assim, tanto quanto estou preocupada, ela era uma presença regular na nossa tela. Amei isso e espero que possamos fazer acontecer novamente no próximo ano. Ela é tão crível. Ela tem uma energia Prentiss nela, muito inteligente.

enisTara

Aisha Tyler como Tara Lewis no episódio 11×22 “The Storm”, ao ser confrontada pelo assassino em série Leonard Ennis.

TVG: Falamos sobre a 12ª temporada o tempo todo, mas o show não foi oficialmente renovado ainda. Quando você acha que você vai saber?
EM: Você e eu provavelmente vamos saber ao mesmo tempo. Eles vão nos avisar imediatamente antes dos pagamentos, antes de anunciar a todos. Vamos chegar a cortesia do alerta. Há discussões acima de minha categoria de pagamento, então não sei quando vamos saber, mas posso dizer que criativamente estamos todos muito animados para a 12ª temporada. Certamente não estamos sem histórias. Quanto mais velhos ficamos, mais investimos nesses heróis e os bandidos que capturamos a cada semana. Acho que provamos com 255 episódios que temos muitas histórias que podemos contar. É mais botar pingos nos “i’s” e cruzar os “t’s” do que qualquer outra coisa. Não temos grandes negociações [com os atores] este ano ou qualquer coisa assim. Estamos apenas esperando pacientemente.

[PS: Até o lançamento oficial desta reportagem pelo TV Guide ainda não havia sido confirmada a renovação da série para uma 12ª temporada, o que finalmente aconteceu na última sexta-feira. Portanto, podemos aguardar que todas estas ideias sejam desenvolvidas em mais um ano de Criminal Minds.]

Tradução: Patricia Angelica

Revisão e Edição: Dayana Alves Coelho 

Fonte/Source: TV Guide

Anúncios

5 respostas em “Chefe de Criminal Minds fala sobre o final matador e planos para a 12ª temporada

  1. acho que deveria ter a 12 temporada nao seria justo terminar assim tentando matar todos os herois , ainda falta o Aaron encontrar um novo amor, uma agente como ele e todos merecem ter um final feliz .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s