Jeanne Tripplehorn rebate Mandy Patinkin por chamar ‘Criminal Minds’ de ‘horrível, misógino, violento’

10646748_643168535781384_6996229298706779233_n

Houve pânico no set de “Criminal Minds” quando o reverenciado ator Mandy Patinkin decidiu que, simplesmente, ele não conseguiria encarar mais um dia de filmagem.

Seus colegas de elenco não tiveram nenhum sinal de que Patinkin estava em um estado tão emocionalmente torturado. Eles apareceram para trabalhar um dia e receberam a notícia de que Patinkin já não era mais seu protagonista.

Patinkin desde então afirmou: “É (a TV violenta) uma curiosidade, eu não entendo. As pessoas adoram, e esse show [‘Criminal Minds’] permanece muito bem sucedido. Minha mente tem de estar naquele lugar para representar aqueles papéis, esse lugar muito sombrio. Isso estava destruindo meu coração e minha alma. Estou muito preocupado com o fato de que isso é o que as pessoas vão para casa para assistir. Elas assistem essa atividade horrível, misógina, violenta.”

Jeanne Tripplehorn, que ajudou a preencher o vazio deixado pela saída de Patinkin de “Criminal Minds”, rebate forte suas críticas sobre a série.

10646648_912109022149709_8593865891697620432_n

Tripplehorn, que interpreta Alex Blake, diz, “Eu acho que o show que ele está fazendo agora [‘Homeland’] poderia ser qualificado como muito violento. Eu não sei a relação que ele tinha com os produtores e com a rede (CBS), e eu acho que há muito mais acontecendo (com Patinkin), mas não é da minha conta. Não é o mesmo show no qual ele estava. E eu acho que é muito engraçado que as pessoas estão dando-lhe (a sua opinião) qualquer tipo de atenção. O show seguiu em frente.”

Tripplehorn já teve sua cota de altos e baixos na carreira.

Ela foi originalmente escalada como Mia Wallace em “Pulp Fiction”, mas teve de recusar o papel que foi para Uma Thurman.

Seu momento mais difícil veio enquanto Tripplehorn estava filmando “A firma”, ao lado de Tom Cruise. A mãe dela faleceu repentinamente de um aneurisma, o que deixou Tripplehorn abalada emocionalmente. Ela teve que apelar para suas mais profundas reservas de força pessoal para concluir as filmagens.

Tripplehorn também tinha sido selecionada para “Quatro casamentos e um Funeral”. Andie MacDowell interveio para desempenhar o papel principal.

Tripplehorn, no entanto, foi capaz de usar “Instinto Selvagem” como um trampolim. Sua reviravolta como uma psiquiatra maluca que tinha uma cena tórrida de sexo com Michael Douglas impulsionou sua carreira.

Sua vida privada também pegou. Ela teve um romance conturbado com Bem Stiller, e eles estavam noivos em 1993, mas nunca se casaram.

Em 2000, ela se casou com o ator Leland Orser e eles tiveram um filho, August, hoje com 12 anos.

10615369_643168792448025_4332020897757722066_n

Tripplehorn, renomada por seu olhar extremamente intenso, diz que “Criminal Minds” apareceu no momento ideal em sua vida.

“Eu queria algo mais obscuro. Eu desejei este papel, muito mesmo,” ela diz.

Mas parece estranho que uma atriz com tanto talento estivesse cheia de medo antes de filmar. “Passei mal do estômago porque eu estava muito nervosa”, acrescenta Tripplehorn.

“Criminal Minds” está acostumada a lidar com mudanças de elenco.

Além da saída de Patinkin, AJ Cook saiu, mas foi então re-admitida. Outra atriz chave está prestes a sair e Jennifer Love Hewitt entra para a 10ª temporada.

“Eles (os produtores) são muito bons em realizar a transição de entrada e saída de atores”, diz Tripplehorn.

10626486_912108922149719_5979035612511668948_n

Jeanne Tripplehorn slams Mandy Patinkin for calling ‘Criminal Minds’ ‘horrible, misogynistic, violent’

There was panic on the set of “Criminal Minds” when revered actor Mandy Patinkin decided he simply couldn’t face another day of shooting.

His castmates had no inkling Patinkin was in such an emotionally tortured state. They’d turned up for work one day to be told Patinkin was no longer their leading man.

Patinkin has since said: “It’s (violent TV) a curiosity, I don’t get it. People love it, that show [‘Criminal Minds’] remains very successful. My mind has to be in that place to play those parts, that very dark place. It was destroying my heart and my soul. I’m very disturbed this is what people go home to. They watch horrible, misogynistic, violent activity.”

Jeanne Tripplehorn, who has helped fill the void left by Patinkin’s departure from “Criminal Minds,” takes a swipe at his criticisms of the show.

Tripplehorn, who plays Alex Blake, says, “I think the show he’s doing right now [‘Homeland’] could qualify as pretty violent. I don’t know the relationship he had with the producers and network (CBS) and I think there’s a lot more going on (with Patinkin) that’s none of my business. It’s not the same show that he was on. And I think it’s really funny that people are giving it (his view) any kind of attention. The show has moved on.”

Tripplehorn has had her share of career highs and lows.

She was originally cast as Mia Wallace in “Pulp Fiction,” but had to turn down the role that went to Uma Thurman.

Tradução : Dayana Coelho;

Imagens: Regina Planella;

Fonte: Fox News.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s