CBS e Criminal Minds: passado e futuro das alterações no elenco

A rede CBS tem enfrentado críticas sobre o tratamento dado aos membros do elenco feminino de Criminal Minds. Em 2010, a série teve apenas uma estrela feminina em tempo integral (Kirsten Vangsness), após corte de A.J. Cook e redução dos episódios de Paget Brewster. Graças aos fãs que falaram em nome das atrizes em campanha pela internet, a CBS trouxe ambas de volta. Embora Brewster tenha voltado, optou por deixar a série ao final da 7ª temporada, com o término de seu contrato.

Elle Greenaway, interpretada por Lola Glaudini até a 2ª Temporada.

Lola Glaudini, intérprete de Elle Greenaway até a 2ª Temporada.

Jason Gideon, interpretado por Mandy Patinkin, que deixou Criminal Minds de maneira conturbada.

Mandy Patinkin, intérprete de Jason Gideon, que deixou Criminal Minds de maneira conturbada.

Os fãs têm lidado com mudanças no elenco do show desde sua 2ª temporada, com a saída de Lola Glaudini, intérprete de Elle Greenaway, que foi substituída por Paget Brewster. Na época da saída de Lola, foi noticiado que a decisão foi mútua e que seria também uma estratégia para renovar a série do ponto de vista dos roteiros, introduzindo um agente desconhecido que poderia gerar histórias diferenciadas e reavivar o show. Lola saiu amigavelmente, mas Elle teve um final mais agitado, considerando as transformações que sofreu após ser vítima (inclusive foi baleada no peito) de um “unsub” e se envolver demais com um outro caso posterior, vindo a matar o suspeito, mas nunca entretanto, admitiu sua culpa.

Na temporada seguinte, Mandy Patinkin, que deu vida a Jason Gideon, deixou Criminal Minds de maneira conturbada. Suas afirmações à imprensa após a saída foram um tanto indelicadas, e chegou a definir Criminal Minds como “Meu maior erro público que já cometi”, segundo suas próprias palavras. Também disse na época: “Eu pensei que era algo muito diferente. Nunca pensei que eles iam matar e estuprar todas estas mulheres todas as noites, todo dia, semana após semana, ano após ano. Foi muito destrutivo para a minha alma e minha personalidade. Estou preocupado com o efeito que isso tem. Audiências em todo o mundo usam esta programação como sua historia de ninar. Isso não é o que você precisa para sonhar.” Agora Patinkin interpreta Saul Berenson, supervisor e mentor de Carrie Mathison, personagem de Claire Danes’, em “Homeland”. Ambos trabalham na CIA e a história gira em torno da investigação de um soldado americano que foi um prisioneiro de guerra da Al-Qaeda, se converteu ao islamismo e, após um tempo, passou a representar um significativo risco à segurança nacional dos E.U.A., ao tornar-se um terrorista procurado e apoiar o lado inimigo. Então…a meu ver isso deve ser bem mais leve como inspiração ao nosso descanso noturno (Pausa sarcástica…).

Jennifer Jareau, interpretada por A. J. Cook.

Jennifer Jareau, interpretada por A. J. Cook.

Meta Golding, que interpretou Jordan Todd durante a licença maternidade de A.J. Cook em 2008.

Meta Golding, que interpretou Jordan Todd durante a licença maternidade de A.J. Cook em 2008

A primeira saída temporária de A.J. Cook, intérprete de Jennifer Jareau, foi em 2008, devido sua gravidez, e durante a quarta temporada, foi substituída pela atriz Meta Golding, que interpretou Jordan Todd, também no cargo de relações públicas/mídia. Meta assinou um contrato para participar de 8 episódios, até o término da licença maternidade de A.J. Cook.

Ashley Seaver, interpretada por Rachel Nichols.

Ashley Seaver, interpretada por Rachel Nichols.

A saída de A.J. e Paget, em 2010, foi justificada por cortes no orçamento e os grandes encargos em manter a produção e os salários de um elenco tão numeroso, com isso, o contrato de Cook não foi renovado, e o número de episódios com participação de Brewster foi reduzido. Já a saída de Paget Brewster em definitivo foi uma decisão pessoal da atriz em não renovar seu contrato, e ela falou sobre o assunto na mídia: “Eu não estou dizendo nada para denegrir Criminal Minds; é um ótimo show. Eu só não estava apreciando mais. Agradeço a essas pessoas (todos os fãs que fizeram campanha para que ela permanecesse), mas percebi que meu coração não estava mais lá, e eu precisava ir, porque muita gente arrancaria seu próprio braço para estar nesse programa, então, eles deveriam estar.” Quando ela foi forçada a voltar à série após seu primeiro afastamento, Paget afirma que “azedou a experiência” de seu breve retorno. Entretanto, ela afirmou: “Eu não iria subir no meu salto e dizer: ‘ vá em frente, me processe. Não vou voltar. É um lugar horrível. Não sei se eu teria saído se isso não tivesse acontecido, mas foi de partir o coração.” Em nota oficial à imprensa, Brewster declarou: “Depois de seis anos maravilhosos interpretando Emily Prentiss, eu decidi que é hora de seguir em frente. Tanto quanto eu sentirei falta de minha família Criminal Minds, também estou animada sobre as futuras e outras oportunidades.”

Em 2010, a saída de A.J. Cook foi justificada como uma estratégia criativa, e Rachel Nichols foi contratada para compor o elenco feminino, porém participou apenas de 13 episódios como a agente Ashley Seaver. Sua saída, entretanto, foi ainda mais discreta do que a de Jeanne Trippelhorn. Naquele momento da série, a equipe até poderia ter um agente extra, mas o orçamento da emissora não poderia arcar com mais um membro fixo no elenco.

Erin Strauss, interpratada por Jayne Atkinson, que foi morta no final da 8ª Temporada.

Erin Strauss, interpratada por Jayne Atkinson, que foi morta no final da 8ª Temporada.

Infelizmente, tanto Seaver quanto Alex Blake foram personagens pouco explorados nos roteiros de Criminal Minds, o que tornou-se mais evidente para Blake, que compôs a equipe BAU por duas temporadas e pouco foi elucidado sobre sua origem e vida pessoal. A falha mais grave nos roteiros foi a introdução de um passado em comum entre Blake e a Chefe de Seção, Erin Strauss (interpretada por Jayne Atkinson). Na chegada de Alex ficou evidente a participação de Strauss nas dificuldades de Alex em recuperar sua carreira, mas essa história não foi retomada ou ao menos citada novamente, e Erin foi morta ao final da 8ª temporada. O relacionamento entre as duas poderia render bons momentos dramáticos para a série, mas os roteiristas preferiram aprofundar o “unsub” da temporada e tudo foi esquecido, deixando os telespectadores a ver navios.

1533719_345707572233725_1620710021_n

Emily Prentiss, interpretada por Paget Brewster, da 2ª à 7ª Temporadas.

Paget Brewster comentou sobre a entrada de Jeanne na 8ª temporada: “Não vou mentir – tenho inveja de Jeanne Tripplehorn, o que é ridículo, pois eu decidi sair. Quando você ouve, ‘Oh, nós estamos fazendo isto esta semana, e estas são nossas estrelas convidadas, e há um pequeno toque de arrependimento. Mas, finalmente, não me arrependo.” Atualmente, Brewster tem uma carreira bastante agitada, com trabalhos no teatro, cinema e participações em séries. O filme “Welcome to Happiness” tem Paget no elenco, está em fase de produção, e será lançado em 2015. Além disso, ela fez participações especiais em séries como Law & Order SVU, Modern Family e Community. Também fez alguns filmes para a TV e curtas metragens, ou seja, ela está bastante ocupada e feliz em participar de diversos projetos e, voltar ao elenco regular de Criminal Minds, definitivamente, está fora de cogitação. Após as gravações do episódio 200, em que Paget reviveu sua personagem, Emily Prentiss, a Produtora Executiva Erica Messer afirmou que Brewster está aberta a convites, porém, somente para pequenas participações especiais pontuais.

Alex Blake, interpretada por Jeanne Tripplehorn durante a 8ª e a 9ª Temporadas.

Alex Blake, interpretada por Jeanne Tripplehorn durante a 8ª e a 9ª Temporadas.

O que vocês acharam do final da 9ª Temporada de Criminal Minds? Quem vocês gostariam que substituísse Alex Blake? Seria mesmo necessária a inclusão de um novo membro à equipe da BAU? Erica Messer afirmou em sua última entrevista que a saída de Jeanne Trippelhorn foi de comum acordo e planejada, e que após as férias de verão, toda a equipe de produção irá analisar se realmente um(a) novo(a) ator(atriz) será contratado(a) para substituir Jeanne, ou se o show continuará com apenas seis membros.

 

Redação e Edição: Dayana Alves Coelho

Fontes/ Sources: Digital Spy / TV Guide Messer / TV Guide Cook / Deadline/  E! Online / Buddy TV / Paget Brewster Filmography

 

 

Anúncios

6 respostas em “CBS e Criminal Minds: passado e futuro das alterações no elenco

  1. Ana, a Paget Brewster está aberta a participações especiais como Emily Prentiss, mas voltar definitivamente ela não voltará. 😦
    Com certeza teria sido muito ruim se o Spencer tivesse morrido! 😉

  2. Concordo,sei que parece meio bobo mas eu quase pulei da cadeira em demons e em angels prometi a mim mesma que se o Spencer morresse nao via mas a serie. Foram as 2 horas de mas açao que eu ja assiste,eu estava super ansiosa,o chato e que eu fico me perguntando sera que tera um novo personagem na serie? talvez vamos torcer pra que esse nao morra,he he. Mas afinal o Spencer tem um azar de jo,afinal ele ja foi sequestrado e drogrado,baleado na perna,a mae dele e esquizofrenica e isso o deixou meio paranoico,ele passou meses chorando a morte da Emily,a namorada foi baleada,enfim em cada temporada acontece uma coisa ruim com ele,pq sera?

  3. Deixei de ver a série depois que a Paget saiu. A relação “azedou” por culpa Exclusiva da CBS. Não dá para trabalhar num lugar em que você pode ser descartado/ dispensado a qq momento. O que fizeram com a A.J. e a Paget foi um absurdo, gerando um clima de insegurança e insatisfação. AJ só voltou pq o público fez uma mobilização séria m Mas deste este fato a série perdeu seu encanto. Sem a EMILY PRENTISS a série perdeu MUITO do seu brilho!! VOLTA PAGET!!!

    • Oi Kassya
      Eu tb parei de ver a série qdo a Paget saiu. Achei uma palhaçada essa história que a CBS fez. E sei que não é só com CM que isso acontece. Tenho certeza que ela não sairia se não tivessem feito o que fizeram. E em protesto, parei de ver. Sei que isso não conta nada, mas pelo menos eu não estou mais corroborando com esse tipo de atitude.

  4. A saída da atriz Jeanne Tripplehorn da serie foi péssimo. Perdeu todo o charme que a atriz dava a serie (ela é um show a parte em qualquer espetáculo,pois é uma ótima atriz). Já não vou mais assistir a décima temporada,pois perdeu a graça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s