Especial Perfil dos Personagens: Aaron Hotchner

Capa Perfil Hotch

História

A mãe de Hotch era de Manassas, Virginia onde estudou na Mary Baldwin College. Hotch era um profiler em Seattle no escritório de campo de Washington antes de se transferir para Quantico. Antes disso, ele era um advogado de acusação. Suas lutas para manter sua vida familiar tem sido um tema constante do show. No episódio “Natural Born Killer”, Vincent Perotta pergunta a  Hotch quanto ao significado de “algumas pessoas [de famílias extremamente abusivas e violentas] crescerem e se tornarem assassinas.” Em resposta Hotch diz: “E algumas pessoas crescem para pegá-los.” Isto sugere que Hotch poderia ter sido abusado quando criança, mas o assunto não surgiu depois.

Personalidade

A Personalidade de Hotch mudou muito pouco ao longo da série. Ele sempre foi sério, determinado e focado em sua liderança da equipe, nunca parecendo vacilar ou perder de vista a tarefa à frente, mal permitindo sua perspicácia e humor aparecer. No entanto, os eventos que cercam a última aparição de George Foyet fizeram com que ele se torne temporariamente obstinado e obsessivo ao ponto de nomear Morgan como Chefe da Unidade por um curto período de tempo.

Fora do trabalho, especialmente ao interagir com seus entes queridos, sua seriedade e diminui e o mais despreocupado, de boa índole e bem humorado Hotch, mostra-se, transformando seu rosto a um ponto que as pessoas que ele conhece pouco obtêm uma surpresa.

Aparições

Desde a primeira temporada, o agente Especial Aaron Hotchner participa das investigações da BAU.

Fatos Marcantes

Desde a primeira temporada, Hotch era casado com Haley, uma mulher incrível e de personalidade forte. A história de Aaron se baseia em conciliar sua vida familiar com o trabalho na BAU. Haley e Hotch têm um filho, Jack, que nasce já na 1ª temporada da série. Haley sempre reclama que Hotch nunca está em casa para passar um tempo com Jack, o que faz os dois se distanciarem cada vez mais. Não tão mais tardem Haley leva Jack embora da casa onde moravam e manda os papéis do divórcio à Hotch.

No episódio “Omnivore” da 4ª temporada, a BAU investiga um caso no qual o UNSUB é George Foyet. Foyet é preso porém acaba escapando da prisão e faz a vida de Hotch um inferno. No episódio “To Hell and Back, Part II” George ou The Reaper (como é conhecido) volta para a Season Finale da 4ª temporada de Criminal Minds. Nesse episódio, Foyet espera Hotch em sua casa. O episódio termina com o som de um tiro.

O primeiro episódio da 5ª Temporada (Nameless, Faceless) começa com a equipe chegando na BAU. Todos perguntam de Hotch, mas não sabem onde está. Emily Prentiss pede para Garcia que faça uma investigação em hospitais e etc. Garcia volta com uma resposta dizendo que Hotch está em um hospital, porém com a identidade de Derek Morgan (Foyet havia roubado as identificações de Morgan no episódio “Omnivore”). Emily chama todos e eles começam a investigar o que houve na casa de Hotch. Descobrem que Foyet está por trás de tudo. Quando sai do hospital, tudo indica que Foyet vá atrás de Haley e Jack, e que apesar de estarem em um programa de proteção desde que Foyet escapou da prisão, estão sob domínio de Foyet agora. George sabia onde eles estavam, foi até a casa do agente que protegia Jack e Haley e o matou. Pegou o celular desse agente, ligou pra Haley dizendo que o mais seguro era ir para casa de Hotch. Haley, acreditando em ser um agente, vai até onde Hotch morava. Foyet liga para Hotch e coloca Haley e Jack no telefone. Hotch diz a Jack para “trabalhar em um caso com o papai”. Jack some de cena e Foyet mata Haley com Hotch ainda na linha. Ao chegar em casa, Foyet e Hotch brigam novamente. Dessa vez, Hotch leva a melhor e Foyet morre. Ao fim do episódio descobrimos que Jack estava escondido em um baú no escritório do pai. Depois desse terrível acontecimento, Hotch se muda para um apartamento, tenta passar mais tempo com Jack, entretanto, quem cuida mesmo de Jack é a irmã de Haley.

Curiosidades

– Sua arma é uma Glock 17, com um backup de 26 em seu tornozelo.

– Hotch conheceu sua esposa, Haley, em um grupo de teatro no colégio, ao qual se juntou para se aproximar dela.

– Ele é canhoto, uma característica que ele compartilha com Penelope Garcia.

– Apesar de ser canhoto, ele carrega sua arma e de backup com a mão direita.

– Tornou-se um advogado, seguindo os passos de seu pai, e esperava que seu irmão mais novo, Sean, fizesse o mesmo.

– Seu primeiro caso, como o profiler liderança no BAU foi a do Boston Ceifador em 1998 (Omnivore).

– Seu disco favorito para ouvir é Álbum Branco dos Beatles (“Só porque Manson sequestrado, isso não significa que tem que ser arruinado para o resto de nós”). (“A Intérprete”)

– O personagem foi nomeado após AE Hotchner, um romancista norte-americano, biógrafo, editor e que, como Hotch, também foi para a faculdade de direito.

– Seu irmão, Sean, aparece no episódio 01×16 The Tribe e 08×23 Brother’s Hotchner, respectivamente.

FRASE MARCANTE

 Às vezes não existem palavras, nem citações inteligentes que possam resumir nitidamente o que aconteceu naquele dia. Às vezes você faz tudo certo, tudo exatamente certo, e ainda assim você sente que falhou. Precisava ter terminado daquela forma? Algo poderia ter sido feito para prevenir a tragédia em primeiro lugar? Oitenta e nove mortes na fazenda de porcos, as mortes de Mason e Lucas Turner fazem com que sejam noventa e uma vidas extinguidas. Kelly Shane irá para casa e tentará se recuperar, se reconectar com sua família, mas ela nunca mais será uma criança. William Hightower, que deu sua perna por esse país, deu o resto de si para vingar o assassinato da irmã. Isso faz com que noventa e três vidas sejam para sempre alteradas, sem contar a família e amigos na pequena cidade de Sarnia, Ontario, que pensavam que monstros não existiam, até eles aprenderem que passaram suas vidas com um. E sobre minha equipe? Quantas vezes mais eles conseguirão olhar dentro do abismo? Quantas vezes mais antes deles nunca mais conseguirem recuperar os pedaços que esse trabalho toma? Como eu disse, às vezes não há palavras ou citações inteligentes que poderiam resumir nitidamente o que aconteceu naquele dia. Às vezes, o dia somente…acaba.

Tradução, edição, adaptação: Cla

Revisão: Cla, Carol e Whintney

Fontes: http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fcriminalminds.wikia.com%2Fwiki%2FCriminal_Minds_Wiki&h=7AQG_Vsj3 —–http://pt.wikipedia.org/wiki/Aaron_Hotcher ———- http://pt.wikiquote.org/wiki/Criminal_Minds#To_Hell…_And_Back_.28Part_1.29_.5B4.25.5D  e http://criminalminds.wikia.com/wiki/George_Foyet

Anúncios

6 respostas em “Especial Perfil dos Personagens: Aaron Hotchner

  1. um pequeno erro… Emily não chama a equipe para investigar o que houve na casa de Hotch, pq eles estão em uma outra investigação… o único que fica sabendo o motivo do desaparecimento de Hotch até a investigação terminar é Hotch… Emily chama o FBI, e eles fazem busca na casa de Hotch, e depois ela vai para o hospital, na vdd parece que ela fica quase o tempo todo… Somente no episódio 100 que toda equipe investiga George Foyet, qdo Haley morre!!!

  2. Dos personagens do Criminal Minds o que mais gosto é o de Aaron Hotchner (HOTCH), pra mim ele é o Cara, apesar da cara sempre séria ele é determinado, focado naquilo que faz e o admiro muito. Fiquei arrasada no episódio da 5 temporada que Foyet mata sua ex-esposa chorei mesmo e vê-lo daquela maneira fiquei triste muito triste, sou fã de mais da série, parabéns ao ator Thomas Gibson “Hotch” por interpretar maravilhosamente, os meus aplausos e meus agradecimentos em não deixar de assistir CRIMINAL MINDS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s