Life behind the cameras: an interview with John Hatchitt

Criminal Minds just started its path to season 13. And as the sets come back to life, we were able to get in touch with one of the most prolific CM crew members on Twitter, who posts a lot of BTS pics of his job.

Join us and get to know more about John Hatchitt and his 13 years of working on Criminal Minds.

Criminal Minds BR: In your Twitter profile, besides the pictures of your job on Criminal Minds, we can see a lot of bike rides. When and how did you start road cycling?
John Hatchitt:
I raced bikes before getting into the Industry, but just so happened our Director of Photography, Greg St John’s, rode bikes for the first few seasons and lured me back in. Knowing what it takes to race, he allows me the time to train and travel, which is amazing.

John Hatchitt riding his bike on the road (photo: John Hatchitt)

CMBR: How did you start working in the entertainment industry?
JH:
I got into the business when Disney studios in Florida were being built on what was a 1-week job. Almost 30 years later, here I am with my 3-boys 29, 28 and 26 working with me.

CMBR: Tell us about your job on Criminal Minds. What’s your usual daily schedule?
JH:
Our daily schedule is pretty straight forward. My best boy and the guys are normally there 30-1 hour before to unload equipment. I arrive before the Director of Photography to make sure if we have camera mounts or camera cranes and they are set and ready for Greg and director to look at.

John Hatchitt and his team joking on Shemar Moore behind the scenes of episode 10×19 (photo: John Hatchitt)

CMBR: What is the difference between working in movies and TV? What is/are the biggest challenge(s) in each one?
JH:
With TV you know it’s a Monday-Friday, where with movies your working days can be all over. Also, with Movies, you have a little more time during the day to get creative with moves/shots and camera rigs. Where with TV the fans really want to see their stars up close.

CMBR: How does the fact of having different director and writer every week affect your job on set?
JH:
Having different directors/writers just adds a variety to our shooting. Harry and Glenn go out weeks before the director to find locations which then gives us a little idea as to what to expect before the scouting and helps us get one foot in the door on the episode. So if there is a chance to do a fun rig we have time to come up with the most efficient way to do it without taking time away from the shoot day.

John Hatchitt behind the scenes of episode 11×06 (photo: John Hatchitt)

CMBR: How has the technical evolution in the latest years affected your job on set?
JH:
With the changing in technology, a lot less equipment is used in Day/Night shooting which helps speed things up. And as cameras are getting smaller, it is easier to rig in new places for different angles.

CMBR: Tell us about set safety and how does it affect/help your daily job on set, such as in a “normal” day or the ones with stunt/special effects sequences.
JH:
Our set-safety is to walk around each day, wherever it is we are shooting and make sure all is good. With the stunts, Tom Elliott is in charge and has extra eyes around but we are there to assist when needed.

The view from a camera rail installed by Hatchitt’s team (photo: John Hatchitt)

CMBR: What is your favorite episode/unsub so far? Why?
JH:
My favorite episodes were in Season 2 with Keith Carradine [who played Frank Breitkopf, on episodes 2×13 “No Way Out” and 2×23 “No Way Out: The Evilution Of Frank”]. It was very interesting and he disappeared with never finding a body.

Camera equipment set on an external filming (photo: John Hatchitt)

CMBR: For finishing, you guys just started filming season 13, what can you tell about what’s in stock for the next year?
JH:
Thank you for allowing me to share this with you and your Criminal Minds fan base. And get ready to spend some time on the edge of your seats. I will share some behind the scenes on Twitter [@johnhatchitt] without giving away too much.

Writing and Editing:  CMBR Team – Patricia Angelica & Dayana Alves Coelho

Vida atrás das câmeras: entrevista com John Hatchitt

Criminal Minds acabou de começar a gravar a 13ª temporada. E, enquanto os cenários ganham vida novamente, conseguimos conversar com um dos membros da equipe de produção mais prolíficos no Twitter, que posta muitas fotos do seus trabalho nos bastidores.

Junte-se a nós e conheça melhor John Hatchitt e seus 13 anos de trabalho em Criminal Minds.

Criminal Minds BR: Em seu perfil no Twitter, além das fotos do seu trabalho em Criminal Minds, vemos muitas fotos de passeios de bicicleta. Quando e como você começou a praticar ciclismo de estrada?
John Hatchitt:
Eu andava de bicileta antes mesmo de entrar para a indústria [do entretenimento], mas aconteceu que o nosso diretor de fotografia, Greg St John’s, andava de bicicleta nas primeiras temporadas e me trouxe de volta. Sabendo o que é preciso para correr, ele me permite ter tempo para treinar e viajar, o que é maravilhoso.

John Hatchitt em uma de suas corridas de bicicleta (foto: John Hatchitt)

CMBR: Como você começou a trabalhar na indústria do entretenimento?
JH:
Eu entrei neste negócio quando os estúdios Disney, na Flórida, estavam sendo construídos, no que era um serviço de uma semana. Quase 30 anos depois, aqui estou com meus três filhos de 29, 28 e 26 anos trabalhando comigo.

CMBR: Conte-nos sobre o seu trabalho em Criminal Minds. Qual costuma ser sua agenda?
JH:
Nossas tarefas diárias são bastante diretas. Meu braço direito e o resto da equipe chegam à locação entre 30 minutos e uma hora antes para descarregar equipamentos. Chego antes do diretor de fotografia para garantir que as montagens das câmeras ou guindastes estão preparados para Greg e diretor verem.

John Hatchitt e sua equipe brincando com Shemar Moore nos bastidores do episódio 10×19 (foto: John Hatchitt)

CMBR: Qual a diferença de trabalhar em cinema e TV?
JH:
Com TV, sabemos que é um trabalho de segunda a sexta, em cinema, pode-se trabalhar todos os dias da semana. Além disso, no cinema, há um pouco mais de tempo ao longo do dia para ser criativo com movimentos/tomadas e equipamentos. Na TV, os fãs qurem mesmo é ver as estrelas bem de perto.

CMBR: Como o fato de haver um roteirista e um diretor diferentes toda semana afeta o seu trabalho no set?
JH:
Ter um diretor/roteirista diferentes apenas nos dá mais variedade na gravação. Harry e Glenn saem semanas antes para encontrar locações que depois nos dão ideias do que esperar e nos ajudam a ficam preparadas para o episódio. Então, se houver uma chance de fazer uma brincadeira, temos tempos de pensar na forma mais eficiente de fazê-lo sem perder tempo no dia da gravação.

John Hatchitt nos bastidores do episódio 11×06, dirigido por Thomas Gibson (foto: John Hatchitt)

CMBR: Como o avanço tecnológico dos últimos anos afetou seu trabalho?
JH:
Com as mudanças na tecnologia, usamos muitos menos equipamentos nas gravações, o que nos ajuda a acelerar o processo. E, como as câmeras estão ficando menores, é mais fácil de fazer instalações em novos locais para conseguir ângulos diferentes.

CMBR: Fale-nos sobre segurança no set e como isso afeta/auda seu trabalho, tanto em dias comuns como em sequências com efeitos especiais.
JH:
A nossa parte de segurança no set é olhar em volta todos os dias, onde quer que estejamos gravando e ter certeza de que está tudo certo. En relação aos dublês, Tom Elliott é o responsável e está sempre de olho, mas também estamo sempre por perto para dar a assistência necessária.

A visão a partir de um trilho de câmera instalado pelo equipe de Hatchitt (foto: John Hatchitt)

CMBR: Qual seu unsub/episódio favorito até agora? Por quê?
JH:
Meus episódios favoritos foram os da segunda temporada com Keith Carradine [que interpretou Frank Breitkopf, nos episódios 2×13 “No Way Out” e 2×23 “No Way Out: The Evilution Of Frank”]. Foi muito interessante e ele sumiu sem deixar rastros.

Equipamento montado em uma filmagem externa (foto: John Hatchitt)

CMBR: Para terminar, vocês acabaram de começar as filmagens da 13ª temporada, o que pode nos dizer sobre o que está por vir?
JH:
Obrigada por me permitir dividir tudo isso com você e o fandom de Criminal Minds. E preparem-se para ficar à beira dos seus assentos. Vou compartilhar algumas coisas dos bastidores no Twitter [@johnhatchitt] sem muitos spoilers.

Redação, Tradução e Edição:  Equipe CMBR – Patricia Angelica & Dayana Alves Coelho

Remake coreano de Criminal Minds

logoprop

Criminal Minds da CBS ganha uma versão coreana e a data de estreia já foi anunciada, além de um teaser trailer com algumas cenas da produção.

O Criminal Minds coreano conta com alguns dos maiores atores do país, incluindo Lee Joon Gi. A estrela de The Moon Lovers: Scarlet Heart, desempenhará o papel de Kim Hyun-Joon, um agente da NATO Agência de Informação e Comunicações (NCI) – equivalente à BAU na versão americana. Também interpretando agentes da NCI estão Son Hyun Joo como o líder da equipe Kang Ki-Hyung, Moon Chae-Won como Ha Sun-Woo, Yoo Sun como Na Na-Hwang (analista técnica), Lee Sun Bin como Yoo Min-Young (oficial de mídia ou liaison), Go Yoon como Lee Han (o jovem gênio) e Kim Young-Chul como Baek San. Park Geun-hyung (Because I Love You) irá interpretar o diretor da agência fictícia NCI.

equipe

 

Como a Unidade de Análise Comportamental do FBI na versão americana, os profilers coreanos também usarão uma abordagem científica para capturar criminosos e trabalharão em equipe, visando analisar o padrão comportamental de um suspeito de crime para resolver os casos. A equipe determinará como um criminoso, ou o que os profilers chamam de unsub, se comporta. A tarefa dos agentes é determinar quem é o culpado para ajudar as autoridades a prenderem o suspeito antes que ele ataque de novo.

A produção do drama coreano começou em abril e a série terá 20 episódios em sua primeira temporada. Todos os episódios da 1ª temporada foram completamente pré-produzidos antes da estréia e o show será transmitido todas as quartas e quintas-feiras na tvN, a partir de 26 de julho.

Continuar lendo

Damon Gupton fora e duas veteranas permanecem no limbo

Walker1

Mudanças no elenco de Criminal Minds – parte 2?

Fontes confirmam ao TVLine que, devido a mudanças criativas no drama criminal de longa duração da CBS, Damon Gupton não retornará como agente especial supervisor Stephen Walker na 13ª temporada. A partida do ator, revelada via Twitter no fim de semana, vem depois de apenas 15 episódios no elenco regular, na sequência da saída polêmica de Thomas Gibson.

Em janeiro, a chefe da Criminal Minds, Erica Messer, disse ao TVLine que a adição de Gupton em meio a problemas com o elenco – a saída de Gibson, a contratação de Adam Rodriguez, a promoção de Aisha Tyler ao elenco regular e o retorno de Paget Brewster em tempo integral – não foi escolha dela, mas “uma decisão da rede”.

“Sempre é um desafio trazer alguém novo para um grupo que funciona há tanto tempo [como a BAU]”, disse Messer. “É tipo, ‘OK, que papel precisa ser preenchido?’ Então, nós o trouxemos com uma especialidade no mundo da espionagem”.

Continuar lendo

Podcast CMBR 12.20 ‘Unforgettable’

Entrando no clima junino…
Temporada acabando! AEEEEEEEEEEEEEE
O episódio foi bom! É MENTIRAAAAAAAAAAAA

Fomos surpreendidos novamente?! Mais ou menos… mas ainda estamos curiosos e um pouco esperançosos com os doi últimos episódios…

Joe Mantegna & National Memorial Day

Por que essa estrela de Criminal Minds respeita tanto o Memorial Day?

O ator Joe Mantegna participa novamente da apresentação da noite de lembrança para todos os que deram suas vidas pela América

2017MD

Joe Mantegna retorna para sua 15ª vez como anfitrião do National Memorial Day Concert, uma noite de lembrança dedicada aos nossos homens e mulheres de uniforme, suas famílias em casa, e todos aqueles que deram suas vidas pelos Estados Unidos.

A estrela de Criminal Minds, de 69 anos de idade, inicialmente serviu como anfitrião do evento no primeiro concerto, pós-11/9, e a experiência fez um impacto profundo sobre ele, o feriado assumiu um significado diferente.

“Você vê os veteranos lá, os feridos, e você ouve as histórias”, disse ele à Fox News. “Agora eu acho que é o feriado mais importante, porque é o que nos permite ter os outros feriados. Em outras palavras, se não fosse pelo que nossos militares fizeram desde a Guerra Revolucionária, não teríamos a capacidade de celebrar qualquer coisa em qualquer momento como nós fazemos”.

Mantegna tem vários membros da família que prestaram serviço militar.

Hosts

Joe Mantegna & Lawrence Fishburn – National Memorial Day Concert 2017

“Eu tenho um tio que eu trouxe [para o evento por] muitos anos”, disse ele. “Ele faleceu há alguns anos, aos 92 anos. Ele era um veterano da Segunda Guerra Mundial, assim como seus três irmãos. Trazê-los a este evento o personalizou. Eles começariam a se abrir e me contar histórias.”

Este ano, a lista de estrelas inclui o general Colin L. Powell (Ret. Exército), Renée Fleming, Vanessa Williams, Scotty McCreery, John Ondrasik do Five for Fighting, John Ortiz, Christopher Jackson, Ana Ortiz, Ronan Tynan e Russell Watson, bem como a Orquestra Sinfônica Nacional sob a direção do famoso maestro Jack Everly.

Além disso, a estrela de Moana, Auli’i Cravalho, irá abrir o show com uma performance especial do hino nacional.

“Você não sabe exatamente o que vai ser até chegar ao ensaio, no sábado, que é o dia anterior, e então eu estou sempre admirado e satisfeito por como tudo se junta”, disse Mantegna. “Cada ano é diferente.”

Gary_Joe

Gary Sinise & Joe Mantegna – Nationa Memorial Day Concert 2016

Juntando-se a Mantegna como co-anfitrião está a estrela de Black-ish, Laurence Fishburne. O ator de 55 anos substitui Gary Sinise, que co-organizou o concerto nos últimos 11 anos. Este ano, o ator de 62 anos de idade, fica em casa para aguardar o nascimento de seu primeiro neto.

E, apesar de Sinise não estar ao vivo em D.C., ele estará apresentando um tributo gravado sobre o lendário Doolittle Raid da 2ª Guerra, a ousada missão de bombardeio sobre Tóquio que mudou o curso da guerra no Pacífico, que marca seu 75º aniversário este ano.

Além da ligação de Mantegna com os militares, especialmente os amigos que ele fez como anfitrião do concerto durante 15 anos – ele também é o porta-voz nacional do Museu do Exército, que abriu caminho e deve ser concluído até 2019, momento em que se tornará o maior museu militar do mundo – é a razão pela qual seu personagem David Rossi em Criminal Minds ser um ex-fuzileiro naval.

Sandman

Shemar Moore, Bill Withers, Joe Mantegna, Gal. Willie Williams, Joe Walsh, Smokey, Cel. Ron Coleman – bastidores do episódio “The Sandman”

“Desde que eu pessoalmente estive envolvido com o Corpo de Fuzileiros Navais no momento em que fui escalado – eu me tornei amigo do Tenente-general Willie Williams, Tenente-general Ronald Coleman, e alguns outros – eu tinha adquirido uma conexão muito próxima, um respeito. E também o fato de que meu tio Jack e meu tio Sam eram fuzileiros navais, era muito importante para mim ter alguma conexão militar “, disse ele.

Na verdade, o vínculo de Mantegna com alguns dos homens que ele conheceu ao longo dos anos é tão forte, que quando ele recebeu sua estrela na Calçada da Fama de Hollywood, uma das duas pessoas que falaram em seu nome foi o General Williams, que também já apareceu em alguns episódios de Criminal Minds, – “The Sandman”, episódio 17 da 11ª temporada e “Anonymous”, episódio 12 da 10ª temporada.

Joefrase

Joe Mantegna talks Memorial Day

Why This ‘Criminal Minds’ Star So Respects Memorial Day

Actor Joe Mantegna to host night of remembrance for all who gave their lives for America

Joe Mantegna returns for his 15th time as host of the National Memorial Day Concert, a night of remembrance dedicated to our men and women in uniform, their families at home, and all those who have given their lives for our country.

The 69-year-old “Criminal Minds” star initially served as host of the event at the first concert, post-9/11, and the experience made such a profound impact on him, the holiday took on a different meaning.

“You see the veterans there, the wounded, and you hear the stories,” he told Fox News. “Now I think it’s the most important holiday because it’s the one that lets us have the other holidays. In other words, had it not been for what our military’s done since the Revolutionary War, we wouldn’t have the ability to celebrate anything any time like we do.”

Mantegna has several family members that have served in the military.

hosts2

Lawrence Fishburn & Joe Mantegna – National Memorial Day Concert 2017

“I have one uncle that I brought [to the event for] many years,” he said. “He passed away a couple of years ago at age 92. He was a World War II vet, as were his three brothers. Bringing them to this personalized it. They would start opening up and tell me stories.”

This year’s all-star lineup includes General Colin L. Powell (Ret. Army), Renée Fleming, Vanessa Williams, Scotty McCreery, John Ondrasik of Five for Fighting, John Ortiz, Christopher Jackson, Ana Ortiz, Ronan Tynan, and Russell Watson, as well as the National Symphony Orchestra under the direction of top pops conductor Jack Everly.

Plus, “Moana” star Auli’i Cravalho will open the show with a special performance of the national anthem.

“You don’t know exactly what it’s going to be until you get to the rehearsal on Saturday, which is the day before, and then I’m always amazed and pleased by how it all comes together,” said Mantegna. “Each year’s different.”

Joining Mantegna as co-host is “Black-ish” star Laurence Fishburne. The 55-year-old actor is filling in for Gary Sinise, who has co-hosted the concert for the past 11 years. This year, the 62-year-old actor is staying home to await the birth of his first grandchild.

And even though Sinise won’t be live in D.C., he will be presenting a filmed tribute to WWII’s legendary Doolittle Raid, the daring bombing mission over Tokyo that changed the course of the war in the Pacific, which marks its 75th anniversary this year.

generais

Joe Mantegna between Lt. Gen. Willie Williams and Lt. Col. Ron Coleman – “The Sandman”

Mantegna’s connection to the military, especially the friends he’s made as host of the concert for 15 years — he’s also the national spokesman for the Army Museum, which has broken ground and should be completed by 2019, at which time it will become the largest military museum in the world — is the reason that his character David Rossi on “Criminal Minds” is a former Marine.

“Since I personally was involved with the Marine Corps at the time I was cast — I was friends with Lt. Gen. Willie Williams, Lt. Gen. Ronald Coleman, and a few others — I had acquired a very close connection, a respect. And also the fact that my Uncle Jack and my Uncle Sam were Marines, it was very important to me to have some military connection,” he said.

In fact, Mantegna’s bond to some of the men he’s met over the years is so strong, when he received his star on the Hollywood Walk of Fame, one of the two people who spoke on his behalf was Gen. Williams, who has also appeared in a couple of episodes of “Criminal Minds” (“The Sandman” and “Anonymous”).

Tradução e Edição/ Translated and edited by: Dayana Alves Coelho

Fontes/Sources: FOX News, Lifezette

 

Podcast CMBR 12.18 ‘Hell’s Kitchen’

Episódio bom é assim: a gente vê referências inteligentes, que se interligam e. até a história mais assustadora, pode ganhar beleza, poesia e filosofia. De “O Sol É Para Todos” a “O Senhor Dos Aneis” passando por “Sociedade Dos Poetas Mortos”, um unsub solitário e uma jovem vítima também solitária fazem um episodio cativante e reflexivo.

Para ouvir, baixe aqui: http://bit.ly/2utpUjl

Kirsten Vangsness & A.J. Cook buscam paridade salarial com Joe Mantegna & Matthew Gray Gubler

Os veteranos de Criminal Minds, Joe Mantegna e Matthew Gray Gubler, fecharam acordo para continuar na série dramática de longa duração da CBS, recentemente renovada para a 13ª temporada. No entanto, afirma-se que Kirsten Vangsness e A.J. Cook estão atualmente em um impasse em suas negociações, pois as atrizes estão buscando a paridade salarial com seus colegas masculinos.

A dupla, que está negociando em conjunto, assumiu uma posição semelhante durante as negociações de 2013. Na época, as duas consistentemente tinham sido pagas em menos da metade do que os seus homólogos masculinos, incluindo o quanto Gubler e Shemar Moore faturavam. Naquela época, Vangsness e Cook finalmente chegaram a novos acordos com a ABC Studios, CBS TV Studios e CBS, embora estima-se que elas estão dispostas a sair desta vez, se não conseguirem alguma paridade com suas co-estrelas veteranas, colocando o retorno de suas respectivas personagens favoritas dos fãs, Penelope e JJ, no limbo. Rumores apontam que os estúdios responsáveis pela série ainda não começaram conversas com Vangsness e Cook, mesmo depois de concluírem acordos com Mantegna e Gubler.

Além de Mantegna e Gubler, as recentes adições ao elenco de Criminal Minds também estão confirmados na próxima temporada: Adam Rodriguez, Damon Gupton e Aisha Tyler, juntamente com Paget Brewster, que voltou ao drama criminal nesta temporada, após uma pausa de quatro anos.

10x13

ABC Studios e CBS foram questionados quanto ao tratamento de membros do elenco de Criminal Minds do sexo feminino, em 2010, quando optaram por não trazer Cook de volta para a 6 ª temporada e em reduzir os episódios de Brewster, deixando Vangsness como o único membro restante do sexo feminino em tempo integral . O movimento levou a um clamor dos fãs. Cook e Brewster, posteriormente, foram reintegradas.

Continuar lendo